Impeachment no Corinthians

Impeachment

Roberto de Andrade pode deixar de ser presidente do Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

No dia 22 de novembro de 2016, conselheiros do Corinthians protocolaram um pedido de impeachment do presidente Roberto de Andrade. Perto de completar um ano no cargo principal do clube, o mandatário viu seu nome envolvido em diversas polêmicas, que ocasionaram no pedido de saída do cargo.

O processo é baseado em informações que vazaram na imprensa nos últimos meses, como a assinatura de um contrato antes mesmo de assumir o cargo de presidente. Problemas financeiros, além de problemas envolvendo a construção da Arena Corinthians, também são incluídos no pedido. O pedido foi entregue para a Comissão de Ética do Corinthians no dia 23 de novembro e será avaliado. O processo tem previsão de duração de cerca de cinco meses.

Comentários