Boca Juniors x Corinthians

Pelo Copa Libertadores da América, o Corinthians enfrenta agora o Boca Juniors

Acompanhe ao vivo

Zé Maria, ex-jogador do Corinthians

José Maria Rodrigues Alves

1949-05-18

Jogador de futebol

Male

Informações pessoais

Nome completo: José Maria Rodrigues Alves

Posição: lateral-direito

Data de nascimento: 18 de maio de 1949

Idade: 72 anos

Estatísticas de Zé Maria com a camisa do Corinthians

Jogos pelo Corinthians: 598

Jogos como titular: 586

Scout: 284 vitórias, 182 empates e 132 derrotas

Títulos de Zé Maria conquistados no Corinthians: 9 relembre

  • Paulista 1983
  • Paulista 1982
  • Troféu Feira de Hidalgo 1981
  • Paulista 1979
  • Paulista 1977
  • Taça Governador do Estado 1977
  • Copa São Paulo 1975
  • Torneio Laudo Natel 1973
  • Torneio do Povo 1971

Gols de Zé Maria pelo Corinthians: 17 relembre

Estreia de Zé Maria pelo Corinthians

Zé Maria estrou no Corinthians em 11 de novembro de 1970. Em seu primeiro jogo pelo Timão, o Corinthians foi derrotado pelo Grêmio por 1 a 0, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro de 1970. Na ocasião, o jogador de 21 anos começou a partida entre os titulares.

Estatísticas de Zé Maria no Corinthians por temporada

que atuaram pelo
Ano Jogos Gols Amarelos Vermelhos
1970 8 0 0 0
1971 47 0 0 0
1972 51 1 0 0
1973 58 0 0 1
1974 42 1 0 0
1975 77 5 0 1
1976 61 2 0 1
1977 50 3 0 0
1978 13 2 0 0
1979 57 2 0 0
1980 58 0 0 0
1981 41 0 0 0
1982 31 1 0 0
1983 4 0 0 0

Estatísticas de Zé Maria no Corinthians por competição

que atuaram pelo
Competição Jogos Gols Amarelos Vermelhos
Campeonato Paulista 304 10 0 2
Campeonato Brasileiro 178 2 0 1
Libertadores da América 6 1 0 0

Biografia

José Maria Rodrigues Alves, mais conhecido como Zé Maria (Botucatu, 18 de maio de 1949) é um ex-futebolista brasileiro que atuou como lateral-direito.

Filho de pai corinthiano, Zé Maria iniciou a carreira defendendo a Portuguesa. Apelidado como Super Zé, Cavalo de Aço e Robô (nomes que se referiam ao seu vigor físico), Zé Maria apresentava muito mais do que isso em campo. Durante 13 anos, entre 1970 e 1983, se tornou o símbolo maior de raça corinthiana.

Em 1974, já como jogador corinthiano, disputou a Copa do Mundo na Alemanha. Só não foi ao Mundial de 1978, na Argentina, porque acabou cortado popr contusão às vésperas do embarque.

Em 1977, ao bater uma falta para dentro da área da Ponte Preta, foi ele quem iniciou a jogada que resultou no gol de Basílio e no fim dos 22 anos sem título de campeão paulista. Instantes depois, Super Zé tornou-se o primeiro capitão corinthiano a erguer a taça desde Cláudio, em fevereiro de 1955.

No primeiro dos três jogos da decisão do Paulistão de 79, vencido pelo Corinthians contra a mesma Ponte Preta, Zé Maria sofreu um corte no supercílio e , mesmo assim, insistiu com o médico para voltar a campo com a camisa ensopada de sangue e sob os aplausos da Fiel.

Em 1982, além de se eleger vereador pela cidade de São Paulo, pelo PMDB, com 33 mil votos, Zé Maria foi, novamente, campeão paulista. No ano seguinte, em 1983, durante o Campeonato Brasileiro, foi eleito como técnico pelos seus companheiros de Democracia Corinthiana.

No Paulista, chegou a disputar três jogos, suficientes para ser considerado bicampeão. No último deles, contra o Santo André, enquanto lhe arrancavam a camisa corinthiana em meio a cumprimentos, Zé Maria disse, com lágrimas nos olhos, que estavam tirando um pedaço dele.

O Super Zé se despediu da Fiel dando uma volta olímpica antes de um clássico contra o Palmeiras. Naquele dia, o jogador foi aplaudido pela torcida - inclusive a adversária.

Últimas atuações de Zé Maria pelo Corinthians

Como foi o Zé Maria jogando no Corinthians?

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

x