Novorizontino 1 x 0 Corinthians - Paulista 2019

Paulista 2019 - Novorizontino 1 x 0 Corinthians

https://www.meutimao.com.br/jogo/10-02-2019/paulista_2019/novorizontino-1-x-0-corinthians

02:00

2019-02-10T17:00:00

Corinthians Corinthians 0 x 1 Novorizontino Novorizontino

Paulista 2019

Sobre a Partida

Corinthians faz segundo tempo sofrível, leva gol no fim e perde do Novorizontino

O Corinthians não conseguiu somar sua segunda vitória consecutiva pelo Campeonato Paulista 2019. Neste domingo, no estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte, um sonolento Timão acabou derrotado pelo Grêmio Novorizontino pelo placar de 1 a 0. O gol foi de Murilo Henrique.

A equipe de Fábio Carille agora acumula duas vitórias, um empate e três derrotas ao longo da primeira fase do Estadual. Ocupa, portanto, a terceira colocação do Grupo C, com sete pontos – para se classificar às quartas de final, tem de terminar entre as duas melhores posições da chave.

Virou a chave! – O Corinthians volta a campo nesta próxima quinta-feira, às 21h30, contra o Racing, da Argentina, na Arena Corinthians. O duelo marca a estreia dos dois times na Copa Sul-Americana de 2019. Já no domingo, Timão e São Paulo fazem Majestoso também em Itaquera, às 19h, pela sétima rodada do Paulista.

Leia também: Corinthians entra em campo com camisa e faixa em homenagem à vítimas de tragédia no Flamengo

Como jogamos

Carille mandou a campo uma formação com seis mudanças em comparação à da partida contra o Ferroviário-CE, pela Copa do Brasil. Ganhavam chance nomes como Marllon, Araos e Mauro Boselli, este reserva de Gustagol, artilheiro da equipe na temporada com cinco gols.

Distribuído num 4-3-3, o Corinthians teve Cássio (capitão), Fagner, Marllon, Pedro Henrique e Danilo Avelar; Gabriel, Ramiro e Araos; Mateus Vital, Vagner Love e Boselli.

Escalação Novorizontino

Meu Timão

Já o Novorizontino, comandado por Roberto Fonseca, iniciou o embate com Vagner, Lucas Ramon, Flávio Boaventura, Everton Sena e Paulinho; Adilson Goiano, Jean Patrick, Cléo Silva, Murilo Henrique e Pedro Carmona; Felipe.

Primeiro tempo

O Timão criou sua primeira boa oportunidade ofensiva com dois minutos de jogo. Danilo Avelar triangulou com Araos, chegou à linha de fundo e cruzou para Boselli. O centroavante argentino, mesmo livre de marcação, cabeceou fraco, facilitando a vida do goleiro Vagner.

A equipe alvinegra voltaria a assustar aos dez minutos, em jogada de bola parada. Fagner cobrou falta na área, o zagueiro Marllon subiu de cabeça e mandou por cima da meta adversária, enganando alguns torcedores presentes no Jorge Ismael de Biasi, ávidos pelo primeiro gol corinthiano.

Seguro, Marllon foi um dos bons destaques do Timão no primeiro tempo

Seguro, Marllon foi um dos bons destaques do Timão no primeiro tempo

Reprodução/Premiere

Pouco depois, um erro crasso da arbitragem em Novo Horizonte. Boselli dominou de frente para o gol, mas o assistente Anderson Moraes Coelho assinalou impedimento – inexistente, pois o centroavante argentino encontrava-se em posição legal e, pior, recebera depois de desvio da própria zaga do Novorizontino.

Com Fagner combativo na direita e Love e Boselli se movimentando próximos ao gol adversário, o Corinthians teve paciência para criar chances na primeira etapa. Ramiro tinha missão de ajudar Ralf na contenção, enquanto Araos caía pelo lado esquerdo e tentava fazer dobradinha com Avelar.

A bola passou diversas vezes pelos pés de Vital. Numa delas, o camisa 22 cruzou de primeira, rasteiro, e nem Love nem Boselli conseguiram completar para o fundo das redes. O Timão criava, mas não era efetivo diante de um Novorizontino à espera do contra-ataque perfeito.

Nos minutos finais, quem chamou atenção em Novo Horizonte foi a chuva. E nada mais: 0 a 0.

Segundo tempo

Os donos da casa voltaram do intervalo acesos, com postura de certa forma surpreendente, e criaram suas melhores oportunidades logo nos primeiros minutos do segundo tempo, ambas pelo alto. Na primeira, Marllon interceptou bola perigosa e evitou gol certo do Novorizontino; na segunda, outro cabeceio, defendido pelo goleiro Cássio à queima-roupa.

Até pelos sustos, Carille resolveu já mexer na escalação. Sacou Araos, discretíssimo, para a entrada de Clayson, também aberto pela esquerda. O atacante estava recuperado de dores musculares e fazia seu primeiro jogo na temporada de 2019.

Pouco depois, o técnico corinthiano tirou Mateus Vital para colocar Pedrinho. O time, na teoria, agora ostentava um velocista na direita e um meia organizador na esquerda. Estratégias alvinegras para tentar furar a boa defesa do oponente de Novo Horizonte, organizado e perigoso quando contra-atacava.

Faltou futebol ao Corinthians neste fim de domingo. Mesmo com as modificações, a equipe da capital não fazia o goleiro Vagner trabalhar. O jeito, então, era apelar para Gustagol. Aos 34 minutos, Carille chamou o camisa 19 no lugar de Boselli.

No fim das contas, quem foi às redes foi o Novorizontino. Bola na área alvinegra, Paulinho tocou de cabeça e obrigou defesaça de Cássio. A jogada seguiu, Lucas Ramon cruzou e, em seguida, Murilo Henrique só empurrou para o gol.

Ficha técnica de Novorizontino 1 x 0 Corinthians

Competição: Campeonato Paulista
Local: Jorge Ismael de Biasi, Novo Horizonte, SP
Data: 10 de fevereiro de 2019 (domingo)
Horário: 17h00 (de Brasília)
Árbitro: José Cláudio Rocha Filho
Assistentes: Anderson Moraes Coelho e Daniel Paulo Ziolli
Gol: Murilo Henrique (Novorizontino)
Cartão amarelo: Mateus Vital (Corinthians)

NOVORIZONTINO: Vagner; Lucas Ramon, Everton Sena, Flávio Boaventura (Edson Silva) e Paulinho; Adilson Goiano, Jean Patrick (Matheus Salles), Cléo Silva e Pedro Carmona; Murilo Henrique e Felipe Marques (Elvinho).
Técnico: Roberto Fonseca

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Marllon, Pedro Henrique e Danilo Avelar; Gabriel, Ramiro e Ángelo Araos (Clayson); Mateus Vital (Pedrinho), Vagner Love e Mauro Boselli (Gustavo).
Técnico: Fábio Carille

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida: Novorizontino 1 x 0 Corinthians

  • 1000 caracteres restantes