Venha fazer parte da KTO
x

Grêmio 0 x 1 Corinthians - Brasileirão 2023

Brasileirão 2023 - Grêmio 0 x 1 Corinthians

Partida de futebol entre Grêmio 0 x 1 Corinthians nBrasileirão 2023

https://www.meutimao.com.br/jogo/7656/brasileirao_2023/gremio-0-x-1-corinthians

02:00

2023-11-12T16:00:00

Arena do Grêmio

Endereço: Av. Padre Leopoldo Brentano, 13361 Bairro Humaitá, Porto Alegre, RS, Brasil

Grêmio 0 X 1 Corinthians

Brasileirão 2023
12 de novembro de 2023, 16:00
Grêmio 0 x 1 Corinthians
Arena do Grêmio, Porto Alegre, RS.
Duelo 98 de 98 confrontos

Sobre a Partida

Corinthians conquista vitória heroica contra o Grêmio em jogo marcado por polêmicas de arbitragem

O Corinthians conquistou uma vitória heroica na 34ª rodada do Brasileirão. O Timão bateu o Grêmio por 1 a 0 na tarde deste domingo, na Arena do Grêmio, mesmo jogando com um a menos por boa parte do jogo devido a expulsão do zagueiro Bruno Méndez antes dos dez minutos iniciais. Romero, no primeiro tempo, foi o autor do gol que decretou o triunfo corinthiano. Na etapa final, Bruno Alves também recebeu cartão vermelho direto por entrada dura em Fagner.

Os primeiros dez minutos da partida foram marcados por polêmicas. Matheus Bidu foi agarrado na grande área e o árbitro Rodrigo José Pereira de Lima entendeu como lance normal. Segundos depois, o Grêmio partiu em contra-ataque com Besozzi e Bruno Méndez o parou com falta. Após análise no VAR, o juiz expulsou o defensor corinthiano, o que gerou bastante reclamação dos atletas alvinegros, uma vez que o possível pênalti para o Timão sequer foi checado.

Mesmo com um a menos em campo, o Corinthians se segurou atrás e cedeu poucas chances ao Grêmio, que ainda teve um gol anulado. No fim, quem abriu o placar foi a equipe alvinegra. Romero aproveitou o desvio de Lucas Veríssimo na grande área após bate e rebate em cobrança de escanteio e anotou o tento do Timão, que foi para o intervalo vencendo os mandantes por 1 a 0.

O segundo tempo foi de pressão total do Grêmio, que buscava o empate a todo custo, enquanto o Corinthians recuava por completo. Na reta final do confronto, Bruno Alves deu carrinho por trás em Fagner e também recebeu cartão vermelho direto. Embora com dez jogadores para cada lado, o Timão se segurou como deu para garantir a vitória por 1 a 0 fora de casa no Brasileirão.

Anota aí, Fiel! - O Corinthians terá uma pausa no calendário devido a Data Fifa do mês de novembro. Dessa maneira, o Timão volta a entrar em campo somente no dia 25, quando enfrenta o Bahia, às 19h30, na Neo Química Arena, pela 35ª rodada do Brasileirão.

Escalação

O técnico Mano Menezes escalou o Corinthians com algumas mudanças. Gil, Gabriel Moscardo, Yuri Alberto e Fábio Santos foram sacados no time titular e iniciaram o confronto no banco de reservas. Além disso, o comandante escalou o Timão com três zagueiros.

Com as mudanças, o Corinthians entrou assim em campo para enfrentar o Grêmio: Cássio; Fagner, Bruno Méndez, Lucas Veríssimo, Caetano e Matheus Bidu; Maycon, Giuliano e Renato Augusto; Wesley e Romero.

Escalação do Corinthians para enfrentar o Grêmio fora de casa pela 34ª rodada do Brasileirão

Meu Timão

No banco de reservas, o Timão teve as seguintes opções: Carlos Miguel, Gil, Fábio Santos, Yuri Alberto, Matías Rojas, Gustavo Silva, Cantillo, Roni, Matheus Araújo, Ruan Oliveira, Felipe Augusto e Gabriel Moscardo.

Já o Grêmio foi escalado pelo técnico Renato Gaúcho da seguinte maneira: Gabriel Grando; João Pedro, Bruno Alves, Kannemann e Reinaldo; Carballo, Villasanti e Cristaldo; Besozzi, Everton Galdino e Luis Suárez.

O jogo

Primeiro tempo

Com o gramado da Arena do Grêmio encharcado, as duas equipes tinham dificuldades de sair jogando com qualidade por passes curtos e lançamentos e bolas longas eram frequentemente utilizados como estratégia durante as construções.

Apesar de jogar fora de casa, o Corinthians subiu as linhas e dificultava a saída de bola gremista, e foi assim que a equipe alvinegra chegou com perigo pela primeira vez. Aos quatro minutos, Giuliano roubou a posse no campo de ataque e conduziu até a entrada da grande área, onde acionou Wesley no lado direito. Mesmo com o gramado em más condições, o atacante finalizou de primeira, mas mandou o chute para fora.

O lance capital do jogo ocorreu logo aos seis minutos do primeiro tempo. Matheus Bidu recebeu enfiada de bola na grande área e ficou de frente com o goleiro do Grêmio. No entanto, o lateral-esquerdo foi agarrado por João Pedro e caiu na grande área. O árbitro Rodrigo José Pereira de Lima entendeu como lance normal.

Na sequência da jogada, o Grêmio partiu em contra-ataque com Lucas Besozzi e Bruno Méndez parou o atacante com carrinho. A princípio, o defensor foi advertido com cartão amarelo, mas foi expulso com vermelho direto após o árbitro revisar o lance no VAR. Os jogadores do Corinthians reclamaram bastante da arbitragem, que sequer chegou o lance de pênalti segundos antes da entrada do uruguaio no atleta adversário.

Com um a menos, o Corinthians recuou e passou a atuar com quatro jogadores no sistema defensivo. Renato Augusto era o único atleta alvinegro sem obrigação de ficar atrás da linha da bola.

Os primeiros 15 minutos do jogo após a expulsão teve o Grêmio tentando chegar a todo custo na área do Corinthians, mas sem êxito. A equipe mandante não conseguia encontrar espaços na defesa alvinegra, que cortava as enfiadas de bola e cruzamentos.

Quando tinha a bola, o Timão buscava se livrar da pressão do Grêmio e acelerar o jogo quando tinha certo espaço, mas poucas vezes conseguia avançar da linha intermediária.

Aos 23 minutos, o Grêmio balançou as redes, mas a arbitragem invalidou o lance por impedimento. Suárez recebeu lançamento nas costas da defesa e cruzou na pequena área para Everton Galdino, que só escorou para o gol. No entanto, o uruguaio estava em posição irregular.

O Timão só voltou a incomodar o Grêmio aos 31 minutos, quando achou o gol com Romero. Após cobrança de escanteio, houve um bate e rebate na grande área e Lucas Veríssimo usou a cabeça para achar Romero livre. O paraguaio, milimetricamente em posição regular, só teve o trabalho de escorar para as redes e abrir o placar na Arena do Grêmio.

Com a vantagem no marcador, o Corinthians seguiu com a postura reativa para tentar segurar e vitória e engatar contra-ataques quando tivesse oportunidades.

Outra maneira do Corinthians chegar ao ataque era por meio de bolas paradas, assim como no lance que originou o gol. Aos 42 minutos, o Timão teve duas faltas em sequência para jogar a bola na área, mas em ambas a equipe alvinegra desperdiçou a oportunidade de ampliar o placar.

Mesmo com um a menos em campo por quase todo o primeiro tempo, o goleiro Cássio teve de fazer a primeira grande defesa somente aos 46 minutos. Após contra-ataque do Grêmio, Carballo enfia bola para Everton Galdino nas costas da defesa do Timão e o atacante conduziu até a grande área, onde ficou de frente para o camisa 12 e bateu rasteiro para a defesa do ídolo corinthiano.

Cássio ainda frustrava o ataque do Grêmio agarrando as finalizações de longa distância. Ainda que o gramado encharcado dificultasse as ações dos goleiros, o arqueiro do Corinthians não dava rebote nas investidas dos adversários.

No último lance do primeiro tempo, o Corinthians ainda desperdiçou uma oportunidade para ir mais confortável aos vestiários. Depois de uma reposição ruim de Gabriel Grando, Renato Augusto interceptou o passe, segurou a bola e inverteu o jogo para Romero. O paraguaio teve espaço para arriscar um chute de média distância e viu o goleiro do Grêmio agarrar a tentativa, mantendo o placar parcial de 1 a 0 ao término da etapa inicial.

Segundo tempo

Para o segundo tempo, o técnico Mano Menezes fez uma alteração. Renato Augusto deixou o campo para a entrada do volante Gabriel Moscardo. Com as substituições, Giuliano quem passou a ser o atleta mais avançado do Corinthians em campo.

O Grêmio voltou para o segundo tempo impondo pressão total sobre o Corinthians. E logo aos três minutos, Cássio teve de agir para proteger a meta corinthiana. Em cobrança de falta de Luis Suárez na entrada da grande área, o camisa 12 se esticou todo para desviar a bola com a ponta dos dedos para escanteio.

O atacante uruguaio novamente assustou a defesa corinthiana. Após cobrança de escanteio, Suárez se infiltrou no meio da grande área e mergulhou para cabecear para o gol, mas a bola saiu por cima do travessão de Cássio.

Bastante acionado, Suárez teve nova chance de finalizar aos 11 minutos. O atacante recebeu passe enfiado atrás da defesa do Corinthians e tentou o chute cruzado, mas pegou mal na bola e o arremate saiu ao lado do gol de Cássio.

Completamente recuado, o Corinthians quase viu o Grêmio abrir o placar aos 17 minutos. Reinaldo fez cruzamento na cabeça de André, que livre de marcação desviou de cabeça e a bola passou raspando a trave esquerda de Cássio, que ainda se chocou a estrutura da rede no lance.

Suárez não desistia de buscar o empate. Aos 20 minutos, ele aproveitou sobra na grande área após cobrança de escanteio e arriscou o chute de primeira. A bola passou sem perigo por cima do travessão de Cássio.

O camisa 12 do Timão, porém, não aguentou as dores sentidas na perna esquerda e pediu para deixar o jogo aos 24 minutos. Carlos Miguel entrou em campo com a missão de manter a meta corinthiana zerada na segunda metade da etapa final.

Além do goleiro, Mano Menezes já havia colocado em campo Gustavo Silva e Matheus Araújo nas vagas de Wesley e Giuliano para dar sangue novo na missão do Corinthians de segurar o resultado.

A partida voltou a ficar equilibrada aos 37 minutos do segundo tempo, pelo menos no número de jogadores de cada equipe em campo. O zagueiro Bruno Alves recebeu cartão vermelho direto após entrada dura nas costas de Fagner, que partia em contra-ataque em velocidade.

Com dez para cada lado, o Grêmio seguiu pressionando pelo resultado, mas sem o mesmo ímpeto de quando tinha um a mais em campo. O Corinthians, por sua vez, conseguia chegar ao ataque sem chutões, como era o sintoma da equipe alvinegra por quase todo o segundo tempo.

E por pouco o Timão não chegou ao segundo gol aos 42 minutos. Em roubada de bola no campo de ataque, Matheus Araújo lançou Romero livre de marcação. O paraguaio penetrou na grande área, ajeitou a bola para o pé esquerdo e chutou ao gol, mas viu Gabriel Grando defender a finalização rasteira.

E não foi somente essa chance que o Corinthians teve de matar o jogo. Em contra-ataque nos acréscimos, Matheus Bidu recebeu bola no lado esquerdo da grande área e bateu cruzado. Gabriel Grando defendeu e cedeu o rebote, por pouco não alcançado pelo ataque corinthiano, que apenas viu a defesa adversária afastar o perigo.

A reta final do jogo ficou lá e cá. O Grêmio se lançava por completo ao ataque e cedia bastante espaços ao Corinthians, que tentava liquidar o jogo. Ambos os times não tiveram êxito em balançar as redes, mas o Timão conseguiu garantir o placar que deu a vitória na Arena do Grêmio.

Ficha técnica de Grêmio 0 x 1 Corinthians

Competição: Campeonato Brasileiro
Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre, RS
Data: 12 de novembro de 2023 (domingo)
Horário: 16h00 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo José Pereira de Lima
Assistentes: Victor Hugo Imazu dos Santos e Francisco Chaves Bezerra Junior
Árbitro de vídeo: Rafael Traci
Gol: Romero (Corinthians)
Cartões amarelos: Mathias Villasanti e Luis Suárez (Grêmio); Caetano, Lucas Veríssimo, Fagner, Maycon, Romero e Ruan Oliveira (Corinthians)
Cartões vermelhos: Bruno Alves (Grêmio); Bruno Méndez (Corinthians)

GRÊMIO: Gabriel Grando; João Pedro (Fábio) (Gustavo Martins), Bruno Alves, Walter Kannemann (André Henrique) e Reinaldo; Felipe Carballo, Mathias Villasanti e Franco Cristaldo; Lucas Besozzi (Ferreira), Everton Galdino (J.P. Galvão) e Luis Suárez.
Técnico: Renato Gaúcho

CORINTHIANS: Cássio (Carlos Miguel); Bruno Méndez, Caetano e Lucas Veríssimo; Fagner, Giuliano (Matheus Araújo), Maycon, Matheus Bidu e Renato Augusto (Gabriel Moscardo); Romero (Ruan Oliveira) e Wesley (Gustavo Silva).
Técnico: Mano Menezes

Notas dadas aos personagens da partida

Titulares

Reservas

Treinador

Árbitro

Comente a partida: Grêmio 0 x 1 Corinthians