Sanchez orienta diretor a ficar quieto pelo menos até janeiro

Sanchez orienta diretor a ficar quieto pelo menos até janeiro

229 visualizações 0 comentários Comunicar erro

O novo diretor de futebol do Corinthians, Roberto de Andrade, percebeu logo na primeira semana no cargo que para desempenhar a função nem sempre poderá falar tudo que achar conveniente. Desmentido publicamente em nota oficial do clube por uma declaração dada à "Rádio Bandeirantes" em que confirmou contato com Adriano, da Roma, Andrade está de certa forma “proibido” de dar entrevistas até a reapresentação do elenco, dia 3 de janeiro. “Ele vai ficar quieto pelo menos até janeiro”, disse um membro do departamento de futebol do clube.

O pedido para que Andrade controle melhor o que diz veio de Andrés Sanchez. O presidente corintiano não gostou de ouvir as declarações do diretor em que afirmou que o Corinthians já tinha um contrato de um ano com Adriano e que esperava apenas a liberação do jogador do clube italiano para anunciá-lo como reforço. Sanchez sempre tratou o assunto de forma cautelosa e achou que Andrade foi precipitado.

Orientado por assessores no clube, Andrade ficará em silêncio pelas próximas duas semanas. Sua primeira entrevista em 2011 deverá acontecer na reapresentação do elenco no CT do Parque Ecológico. Homem de confiança da presidência, Andrade já conversou com Sanchez sobre a situação, e promete fechar a boca até a chegada dos próximos reforços de 2011.

Desde terça-feira, dia em que confirmou o contato do clube com Adriano, Andrade não atende mais os telefonemas de repórteres. Em alguns casos, uma mulher que se apresenta como sua secretária é quem atende às chamadas e, com educação, pede para que não sejam feitas novas tentativas de contato.

Mário Gobbi, antecessor de Andrade na direção do futebol corintiano, tinha uma postura mais comedida em relação às negociações envolvendo o clube e raramente falava de algum jogador pretendido pelo clube antes que um acordo fosse sacramentado. É essa a postura que Sanchez pede a Andrade, que ainda se ambienta ao cargo. O atual diretor de futebol é o primeiro vice-presidente do clube eleito na chapa de Andrés Sanchez há três anos.

Após o episódio em que Andrade confirmou contato do clube com Adriano, Sanchez voltou a negar que tenha havido qualquer contato direto entre o clube e o jogador da Roma. O presidente disse que o assunto foi levantado por Ronaldo, com quem Adriano conversa frequentemente, e que o clube não foi atrás do jogador.

Na quinta-feira, em entrevista ao jornal italiano "Corriere dello Sport", Adriano disse não ter intenção de sair da Roma até 2012. A tática de negar interesse em jogadores importantes foi utilizada na gestão de Andrés Sanchez antes de se confirmarem a chegada de Ronaldo e Roberto Carlos. E os dois estão no Corinthians.

Se a novela Adriano mudar de rumo e o jogador chegar ao Parque São Jorge, o clube anunciará o desfecho de uma negociação que apesar das negativas, sempre esteve na pauta da presidência. E até lá Roberto de Andrade já terá aprendido que no Corinthians, enquanto não se bate o martelo, falar a verdade pode ser perigoso.

Fonte: IG

Enviado por: will2s

Veja Mais:

  • Goleada da Inglaterra inspirou memes de corinthianos

    Torcida do Corinthians usa goleada da Inglaterra para provocar São Paulo nas redes sociais

    ver detalhes
  • Bernard, Marinho e Sánchez são algumas sugestões da Fiel ao Corinthians

    Sete sugestões de contratação da Fiel ao Corinthians para o segundo semestre de 2018

    ver detalhes
  • Renan Areias (no centro) está no Corinthians desde os seis anos de idade

    Corinthians empresta capitão do Sub-20 para o Red Bull Brasil

    ver detalhes
  • Fessin já marcou três gols pelo Corinthians no Paulista Sub-20

    Fessin marca, Corinthians vence no Paulista Sub-20 e diminui distância para rival

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes