Excesso de envolvidos atrasa assinatura de Cléber com Corinthians

Excesso de envolvidos atrasa assinatura de Cléber com Corinthians

Cleber já correu no CT do Corinthians mas ainda não assinou

Cleber já correu no CT do Corinthians mas ainda não assinou

Foto: Tom Dib/ LANCE!Press

O negócio por Cléber está fechado entre Ponte Preta e Corinthians desde a última segunda-feira, mas o zagueiro ainda não assinou com o clube do Parque São Jorge. Um dos empecilhos burocráticos é a quantidade de parceiros envolvidos na negociação, o que tem atrasado o fechamento do contrato.

Cléber vai ser comprado por um grupo de investidores encabeçado pela DIS, mas que também conta com o empresário Fernando Garcia e uma empresa de medicamentos. Esse pool vai desembolsar R$ 6 milhões por 80% do jogador. O Corinthians, mais tarde, poderá adquirir 20% desse montante caso pague um valor fixo baseado na transferência atual.

Toda essa engenharia foi acertada na última segunda, quando os dois clubes concordaram com a operação. Desde então, os advogados têm se empenhado em encerrar todos os trâmites jurídicos, o que não tem sido fácil.

A Ponte, por meio do presidente Márcio Della Volpe, diz ter assinado a parte que lhe cabe na última terça. O problema é que, além do clube campineiro, o banco Fator, empresa fantasia do clube Monte Alegre, também precisa firmar compromisso, assim como empresário Beto Rappa e o próprio Cléber, que possuem 10% dos direitos econômicos cada um e precisam avalizar a mudança societária.

Posteriormente, o documento tem de passar por DIS, Fernando Garcia e a empresa de medicamentos, além de alguns outros investidores menores não identificados. A logística para essa operação ocupou os últimos dias, e só depois que ela ficar completa o Corinthians poderá entrar em cena.

A expectativa é que na próxima segunda a questão dos direitos econômicos esteja solucionada. Cléber, então, iria até Campinas resolveu suas últimas pendências trabalhistas com o departamento pessoal da Ponte. Nesse cenário, ele seria apresentado no CT Joaquim Grava no meio da semana que vem para se juntar ao elenco de Tite.

Cléber está com as bases salariais acertadas com o Corinthians há pelo menos duas semanas, quando já fez os exames médicos protocolares. Sua transação atrasou, no entanto, por causa da saída do grupo inglês Doyen Sports, representado no Brasil pelo empresário Renato Duprat, ex-MSI.

Fonte: Uol

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes
  • Luidy (boné) conheceu o CT Joaquim Grava na última quinta-feira

    Contratação do Corinthians vai ao CT pela primeira vez

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes