Padrão Fifa: Corinthians bate Atlético em teste da Arena da Baixada

Corinthians Corinthians 2 x 1 Atlético-PR Atlético-PR

Amistosos 2014

Padrão Fifa: Corinthians bate Atlético em teste da Arena da Baixada

Por Meu Timão

Renato Augusto marcou o segundo gol e teve boa atuação

Renato Augusto marcou o segundo gol e teve boa atuação

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O Corinthians foi até Curitiba e estragou a festa de inauguração da Arena da Baixada. Com gols de Luciano e Renato Augusto, o Timão virou para cima do Atlético-PR e saiu vitorioso do amistoso festivo: 2 a 1. A partida marcou a reestreia de Elias com a camisa corinthiana.

Quando a Fifa anunciou que a Copa do Mundo seria no Brasil, em 2007, falava-se que a Arena da Baixada era o único estádio pronto para a competição. Sete anos depois, ironicamente, a casa do Atlético-PR é uma das últimas a ser inaugurada. Os percalços do caminho, entretanto, não diminuíram a alegria do torcedor do Furacão que empurrou a equipe desde o início e tirou a cara de amistoso da partida.

O Corinthians encontrou dificuldades nos primeiros minutos. Com diversas alterações, Mano Menezes posicionou a equipe com o decorrer da etapa inicial e com isso deu ao Atlético a oportunidade de dominar a partida e manter a posse de bola.

Mais inteiro no jogo, os paranaenses abriram o placar aos 13 minutos. Marcelo, uma das revelações do Brasileirão 2013, recebeu a bola, driblou Gil, não deu chances a Felipe e bateu forte no canto direito de Walter. O goleiro do Timão sequer passou perto da bola, 1 a 0.

Contudo, após o gol, o Timão se encontrou. Renato Augusto se aproximou de Jadson, Luciano passou a entrar na diagonal, saindo mais da área, e as jogadas começaram a aparecer.

No primeiro lance de perigo, Jadson encontrou Luciano livre dentro da área. O atacante bateu firme para o gol, mas o árbitro já havia marcado - equivocadamente - o impedimento. Mas não deu nem tempo de Mano Menezes reclamar. No lance seguinte, Luciano arriscou de média distância, a bola desviou na zaga e morreu no fundo do gol atleticano. 1 a 1 e números finais para o primeiro tempo.

Após o intervalo, o Atlético mudou praticamente a equipe inteira. Apenas Lucas Olaza, lateral-esquerdo, permaneceu da equipe que iniciou a partida. Já o Timão era o mesmo. Não só na escalação, mas no domínio da partida.

Por isso não demorou para armar um vira-vira em cima do Atlético. Renato Augusto puxou a jogada e serviu Luciano na esquerda. O atacante levou a linha de fundo e cruzou. Jadson fez o corta luz e Renato concluiu para o fundo do gol. Aos 9 minutos da segunda etapa o Corinthians mandava no placar, 2 a 1.

Daí para frente começaram as mudanças no Timão e o nível da partida foi baixando. Mesmo assim, antes de sair, Renato Augusto tramou ótima jogada, serviu o lateral que mandou para a área. Paulinho concluiu para boa defesa do goleiro Santos.

Renato Augusto por Danilo, Walter por Danilo Fernandes, Petros por Zé Paulo, Ferrugem por Guilherme Andrade, as alterações não paravam. A intenção de Mano Menezes estava clara: dar ritmo a todo seu elenco. Com o desentrosamento natural, o Atlético conseguiu equilibrar as ações e o jogo ficou bem aberto.

O Atlético tentava pressionar, mas desorganizado e com pouca qualidade. O torcedor, bravo desde a eliminação na Libertadores, gritava "Fora, Portugal!" em referência ao treinador da equipe. O Corinthians, se aproveitando disso, tocava de lado, fazia o torcedor gritar olé e gastava o tempo. Com maturidade e paciência segurou o resultado até o final e estragou a festa do Furacão.

O Corinthians volta a campo no próximo domingo, 16h, para enfrentar o Figueirense. A festa agora será do clube alvinegro que inaugurará seu estádio, palco da abertura da Copa do Mundo.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida entre Corinthians e Atlético-PR

  • 1000 caracteres restantes