Com o julgamento marcado para hoje, Petros é dispensado do treino pelo Timão

Com o julgamento marcado para hoje, Petros é dispensado do treino pelo Timão

Por Larissa Emanuelle

2.5 mil visualizações 31 comentários Comunicar erro

Petros ainda não sabe se atuará as próximas partidas pelo Timão

Petros ainda não sabe se atuará as próximas partidas pelo Timão

Esperando o julgamento que acontecerá ainda hoje, o meia Petros foi dispensado pela diretoria do Corinthians do treinamento desta segunda-feira (18). O jogador pode ser punido pelo STJD após lance inusitado contra o Santos.

O camisa 40 do Timão foi enquadrado no artigo 254-A do CBJD por ter empurrado o árbitro Raphael Claus durante o jogo. Mesmo com a polêmica envolvendo o que aconteceu, Petros tentou reforçar que não teve a intenção de agredir o juiz da partida, mas a denúncia acabou acontecendo.

Na segunda-feira após o jogo, o árbitro enviou um adendo para a CBF, afirmando que foi agredido pelo meia e só chegou à esta conclusão quando teve acesso as imagens do lance. A defesa Corinthiana, no entanto, tentará diminuir a pena do jogador.

Enquanto a decisão sobre o 'futuro' de Petros ainda não é discutida de forma final, o restante do elenco alvinegro segue focado no jogo contra o Goiás, que acontecerá nesta quinta, pelo Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Caetano (à dir.) está relacionado para a partida ante o Vasco

    Sem Carlos, Jair recorre a titular do Sub-20 para 'final' contra o Vasco

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez sabe dos números ruins de Jair Ventura, mas evita falar em troca de treinador

    Diretoria do Corinthians quer fim da tensão no BR-18 para confirmar Jair; cobrança aumentará

    ver detalhes
  • Fiel volta à Arena Corinthians neste sábado, às 19h

    Botafogo vence Chapecoense, e Corinthians mantém distância do Z4; veja tabela

    ver detalhes
  • Timão avança à decisão com duas vitórias sobre o São José

    Corinthians repete placar e vai à quarta final consecutiva da Liga Paulista de Futsal

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes