Corinthians lamenta decisão da Globo e CBF para reduzir 'mascotinhos'

Corinthians lamenta decisão da Globo e CBF para reduzir 'mascotinhos'

Por Meu Timão

Número de crianças que podem entrar com o time foi reduzido pela CBF

Número de crianças que podem entrar com o time foi reduzido pela CBF

A CBF realmente parece não ter um direcionamento claro para o futebol brasileiro - enquanto isso, usa seu poder para interferir em situações irrelevantes: agora decidiu limitar a quantidade de crianças presentes em campo durante a entrada de times.

Antes, o número autorizava a entrada de 120 crianças por jogo, os populares "mascotinhos" - com a medida, esse número foi reduzido para apenas 22. A decisão revoltou os clubes, que enxergam esse momento como fundamental na formação de novos torcedores e inesquecível na criação de vínculos entre crianças e os clubes.

As informações de bastidores dão conta que a medida foi imposta pela TV Globo, que queria deixar o início de jogo mais "limpo", aproximando do modelo europeu e do "padrão Fifa" quando os atletas ficam em destaque na entrada.

O Corinthians, lamentou a situação e em carta aberta às escolinhas oficiais se desculpou com pais e crianças - muitas das quais o time já tinha compromisso para a participação no evento. Na carta, o clube afirma que intercedeu na CBF pelo retorno da medida, mas não foi atendido.

Confira a carta na íntegra:

Prezados alunos do Chute Inicial,

No último dia 9 de setembro recebemos da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) um ofício informando que a partir do dia 10 de setembro entraria em vigor a limitação da quantidade de crianças autorizadas a entrarem em campo com os atletas, reduzindo o número de 120 para apenas 22.

No dia 11 de setembro tínhamos a participação de três unidades Chute Inicial (com 40 crianças por unidade) programadas para participarem da ação dos mascotes no jogo contra o Atlético MG realizado na Arena Corinthians. Tentamos ponderar com a CBF para que autorizasse essa ação já agendada com as crianças, tendo em vista que estava tudo programado com grande antecedência, mas infelizmente não fomos atendidos.

Após tal episódio, o Sport Club Corinthians Paulista, juntamente com os principais clubes da Série A do Campeonato Brasileiro, enviaram no dia 29 de setembro ofícios à CBF pedindo para que a medida em questão fosse revista, pois além de não existirem ocorrências que prejudicassem o andamento da partida, a ação dos mascotes é um momento único no qual a criança vive o sonho de estar próxima dos seus ídolos, contribuindo sobremaneira para a formação de novos torcedores.

Todavia, no dia 6 de outubro recebemos a resposta da entidade informando que irá manter a limitação durante o campeonato, o que seremos obrigados a cumprir.

Em respeito aos milhares de alunos das unidades Chute Inicial informamos que continuaremos trabalhando para mudar esse contexto, pois sabemos da importância dessa ação dentro da rede de escolas e em benefício das crianças envolvidas.

Veja Mais:

  • Guilherme Arana disputará Sul-Americano no Equador

    Corinthianos são convocados para Sul-Americano Sub-20; Jabá fica fora

    ver detalhes
  • Moisés, de 21 anos, foi um dos destaques do Bahia em 2016

    Destaque do Bahia, lateral faz parte dos planos do Corinthians para 2017

    ver detalhes
  • Internacional foi alvo de gafe da Fifa

    Fifa comete gafe, troca escudo do Internacional e põe foto do Corinthians no lugar

    ver detalhes
  • Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    [Teleco] Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes