Torcedores do Timão voltam à protestar no CT Joaquim Grava

Torcedores do Timão voltam à protestar no CT Joaquim Grava

Por Larissa Emanuelle

7.9 mil visualizações 114 comentários Comunicar erro

Faixa colocada no CT Joaquim Grava em um antigo protesto

Faixa colocada no CT Joaquim Grava em um antigo protesto

A delegação do Corinthians conseguiu escapar da indignação dos torcedores no aeroporto, mas já sentem a pressão no CT Joaquim Grava após a desclassificação vexatória diante do Atlético Mineiro.

Cerca de dez torcedores foram protestar no centro de treinamento do clube paulista e os principais alvos foram o presidente Mário Gobbi e o técnico Mano Menezes. Novas faixas foram colocadas com frases como 'acabou a paz', 'fora Mano - Gobbi safados' e 'time sem vergonha'.

O protesto foi pacífico e os torcedores presentes chegaram à conversar com o ex-lateral do clube, Alessandro, que tentava dialogar, ainda dentro de seu carro. Para esta sexta-feira, a torcida organizada Gaviões da Fiel deve realizar um novo protesto no CT.

Fora da Copa do Brasil, o Corinthians volta à campo neste domingo, para enfrentar o Internacional, no Beira Rio. Precisando apostar 'todas as suas fichas' no Campeonato Brasileiro, o time paulista mira um triunfo para se aproximar do G4.

Veja Mais:

  • Corinthians de Romero foi derrotado pelo Grêmio por 1 a 0 no fim do primeiro turno

    Cruzeiro só empata, Corinthians mantém posição, mas vê distância para o G6 aumentar

    ver detalhes
  • Fessin anotou o único gol do Corinthians no José Liberatti

    Com goleiro Filipe, Corinthians sai atrás, empata, mas é superado pelo Palmeiras no Paulista Sub-20

    ver detalhes
  • Corinthians caiu para o Grêmio, na Arena Corinthians

    Corinthians chega a 16 derrotas em 2018; falta uma para igualar pior temporada nesta década

    ver detalhes
  • Time comandado por Arthur Elias conquistou nova vitória na temporada de 2018

    Cacau sai do banco, marca golaço e dá vitória ao Corinthians feminino fora de casa

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes