Torcedores do Timão voltam à protestar no CT Joaquim Grava

Torcedores do Timão voltam à protestar no CT Joaquim Grava

Por Larissa Emanuelle

Faixa colocada no CT Joaquim Grava em um antigo protesto

Faixa colocada no CT Joaquim Grava em um antigo protesto

A delegação do Corinthians conseguiu escapar da indignação dos torcedores no aeroporto, mas já sentem a pressão no CT Joaquim Grava após a desclassificação vexatória diante do Atlético Mineiro.

Cerca de dez torcedores foram protestar no centro de treinamento do clube paulista e os principais alvos foram o presidente Mário Gobbi e o técnico Mano Menezes. Novas faixas foram colocadas com frases como 'acabou a paz', 'fora Mano - Gobbi safados' e 'time sem vergonha'.

O protesto foi pacífico e os torcedores presentes chegaram à conversar com o ex-lateral do clube, Alessandro, que tentava dialogar, ainda dentro de seu carro. Para esta sexta-feira, a torcida organizada Gaviões da Fiel deve realizar um novo protesto no CT.

Fora da Copa do Brasil, o Corinthians volta à campo neste domingo, para enfrentar o Internacional, no Beira Rio. Precisando apostar 'todas as suas fichas' no Campeonato Brasileiro, o time paulista mira um triunfo para se aproximar do G4.

Veja Mais:

  • Dupla 'Renadson' brilhou no Corinthians no Brasileirão de 2015

    Renato Augusto rasga elogios a Jadson e faz projeção sobre futuro do camisa 10 no Corinthians

    ver detalhes
  • Romarinho se especializou em marcar gols contra o Palmeiras: cinco em cinco Dérbis

    Prestes a enfrentar Real Madrid, Romarinho leva Corinthians ao maior jornal da Espanha

    ver detalhes
  • Luidy teve chance de treinar no CT do Corinthians nos primeiros meses deste ano

    Atacante emprestado pelo Corinthians é avisado que não terá espaço no clube em 2018

    ver detalhes
  • Marciel e Jô despertam interesse de times brasileiro e alemão; Juninho, Scarpa e Tréllez podem chegar

    Mercado agitado! Veja quem pode deixar e reforçar o Corinthians no resumão do Meu Timão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes