Ralf defende o Corinthians e diz: 'Quero me aposentar aqui'

Ralf defende o Corinthians e diz: 'Quero me aposentar aqui'

Por Meu Timão

Ralf quer aposentar no Corinthians

Ralf quer aposentar no Corinthians

Foto: Daniel Augusto/ Agência Corinthians

Mesmo com o Corinthians devendo 2 milhões de reais de premiações ao Ralf, o volante não deixou hora nenhuma de mostrar sua paixão ao clube onde conquistou grandes títulos. Pelo contrário, diferente da maioria dos jogadores, o atleta inclusive entendeu a situação delicada do time.

- Todos os clubes estão passando por um momento difícil. Vou fazer cinco anos de clube em janeiro e nunca passei por situações ruins. Sempre foram corretos e pegaram as dívidas. Tenho um valor a ser recebido, mas não vou deixar isso influenciar no meu trabalho. Deixo fora das quatro linhas - disse.

Com 287 jogos vestindo a camisa do Timão, Ralf também disse que espera renovar seu contrato que encerra em dezembro de 2015 para, depois, encerrar sua carreira na equipe.

- Tenho o desejo e vontade de permanecer, ficar cada vez mais. Se possível, quero me aposentar aqui. Tenho mais um ano de contrato e vamos conversar. Aqui quero conquistar mais títulos - afirmou.

Não é a toa que a toda a torcida o admira.

Veja Mais:

  • Corinthians entra em campo neste domingo contra o Grêmio

    Corinthians visita Grêmio neste domingo para se consolidar na briga pelo hepta do Brasileirão

    ver detalhes
  • Gramado da Arena Corinthians está mais suscetível a 'escorregões' por excesso de umidade

    Gramado da Arena Corinthians 'chegou no limite', diz presidente de empresa responsável

    ver detalhes
  • Marquinhos Gabriel marcou o terceiro gol do Corinthians na vitória sobre o Bahia

    Marquinhos Gabriel confirma sondagens e revela motivos que o fizeram permanecer no Corinthians

    ver detalhes
  • Seleção do Irã treinou no CT Joaquim Grava para a disputa da Copa do Mundo de 2014

    Técnico do Irã cita 'conexão' com o Corinthians como chave para classificação na Copa do Mundo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes