Palmeiras, preparação física, Libertadores... Renato Augusto fala após derrota no clássico

Palmeiras, preparação física, Libertadores... Renato Augusto fala após derrota no clássico

Por Meu Timão

Escolhido para dar entrevista, Renato não fugiu das perguntas dos repórteres e falou sobre o atual momento do Timão

Escolhido para dar entrevista, Renato não fugiu das perguntas dos repórteres e falou sobre o atual momento do Timão

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

A derrota para o São Paulo, na última quarta-feira, pôs fim à fase de grupos da Libertadores para o Corinthians. Classificado, o Timão terá pouco menos de duas semanas para se preparar para o próximo confronto: fora de casa, o Alvinegro fará o primeiro jogo das oitavas de final contra o Guaraní (PAR), considerado um dos adversários mais fracos entre os 16 clubes deste mata-mata.

Depois da reapresentação dos jogadores nesta quinta-feira, Renato Augusto conversou com os jornalistas na sala de imprensa do CT Dr. Joaquim Grava. E o assunto não poderia ser outro: a eliminação do Paulista para o Palmeiras, no último domingo, e o revés no Morumbi, pela Libertadores.

Confira tudo o que rolou na entrevista do meia-atacante

Palmeiras

Infelizmente no futebol você não tem tempo para lamentar, nem para comemorar. Joga no domingo, na quarta já tem outro. Nós tentamos apagar, não pular, por que não tem como apagar uma eliminação como essa.

Comprometimento

Primeiro que não foram duas derrotas, foi uma eliminação com um empate. Agora virão muitas coisas sobre o trabalho, mas o importante é quem está aqui todo dia e sabe do trabalho que a gente tem, da comissão técnica.

Preparação física

Não teremos mais uma folga como essa no ano, vamos aproveitar o máximo para descansar, aproveitar par treinar, quando tem uma seqüência de jogos muito grande você acaba não treinando. Agora vamos, não só a parte física, tática, técnica.

Maratona do primeiro trimestre

Tivemos um inicio de temporada muito difícil, o time correspondeu, o calendário brasileiro não é fácil, acho que é o único lugar do mundo que tem data FIFA e a gente continua jogando, você perde jogadores e tem que jogar. Não conseguimos descansar, com o cansaço dos jogos, físico e mental, o time não caiu muito, mas caiu pouco, mas não acredito que seja uma queda de rendimento muito grande. Até contra o Palmeiras, nós saímos perdendo e conseguimos a virada. Mesmo com alguns jogadores fora, não acredito em queda de rendimento, mas derrota em clássico, sabemos como é, no dia seguinte passa a ser um time fraco. Então, nada como um dia após o outro...

Libertadores

Não temos que ficar escolhendo adversário, falamos sempre, independente de quem fossemos pegar não mudaria nada. A gente estava no grupo mais difícil, classificamos em primeiro, atual campeão, o São Paulo, o Danubio, que é um time uruguaio, não escolhemos adversário e em um confronto aí, vamos pegar o Guarani, que é um time bom. Muita gente acha que nos demos bem e não é verdade, é um bom time e sabemos o que vamos enfrentar nas oitavas.

Temos que ir passo a passo, não adianta pensar nas quartas, estamos na oitavas ainda. Vamos pensar aqui, passar jogando bem, acho que as coisas vão acontecendo naturalmente.

Desgaste do elenco

Primeiro que não começamos a falar de cansaço agora, quando estávamos ganhando, essa assunto já estava em pauta. Nós já começamos a temporada em jogos decisivos, o nosso estilo de jogo é mais desgastante, é marcação mais forte, pressão mais alta. Então, não tem por que ficar dando desculpa por nada...

Retomar o bom futebol

Isso é um trabalho do Tite, ele vai ver o que estamos errando e pode melhorar. Isso até quando a gente estava sendo valorizado, todo mundo falando que o Corinthians era isso ou aquilo, sempre falei que tínhamos que melhorar. Agora não é diferente, temos que aproveitar esse tempo para descansar, treinar e chegar às oitavas muito bem.

Derrota

Eu digo que não foi um grande jogo. O São Paulo também não conseguiu jogar muito, nós muito menos. Você ter muitos jogadores expulsos atrapalha o jogo. No segundo tempo, conseguimos voltar equilibrados, pressionando mesmo com um a menos, e veio a expulsão do Mendoza e do Luis Fabiano e ficou difícil.

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes