Tite não descarta promover atacante sub-17 e exalta integração da base

Tite não descarta promover atacante sub-17 e exalta integração da base

Léo Jabá agradou o técnico Tite, que estuda promovê-lo ao profissional

Léo Jabá agradou o técnico Tite, que estuda promovê-lo ao profissional

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

O técnico Tite parece estar gostando da integração com as categorias de base e, principalmente, de um atleta em especial: o atacante Léo Jabá. O jovem, de apenas 16 anos, fez sua estreia no profissional na última quarta-feira e agradou ao comandante.

O jovem se destacou em campo contra o ABC-RN e chamou a atenção da torcida alvinegra. Na sequência, nessa sexta-feira, Léo já estava em campo com o Sub-17 pela Taça BH e marcou o gol que levou o jogo para os pênaltis e garantiu a classificação do Timão.

Mesmo com a pouca idade - Léo foi o terceiro jogador mais jovem a estrear no Timão -, o técnico Tite não descarta uma promoção ao time profissional. Segundo o treinador, após a disputa da Taça BH, ele vai sentar com a comissão técnica e definir o futuro do jogador.

"Gostei do um contra um dele, muito veloz, vai para o contato físico. Ele vai para dentro, não quer saber, tem muita força e velocidade. Vai depender da minha conversa com o Cléber Xavier, com o Fábio Carille, para ver se ele já está legal na base. É a integração que falamos com os profissionais", declarou Tite, em coletiva nessa sexta-feira.

A integração promovida pelo Corinthians no último mês fez com que seis jogadores estreassem na equipe profissional contra o ABC-RN na última quarta. O treinador ressaltou a importância desse movimento por parte dos departamentos de futebol do Timão.

"É fundamental a integração com o departamento amador, e que as equipes estejam próximas. Se eu tenho um problema, busco na categoria de base. Tenho isso de conversarmos sobre futebol, características de atletas. A integração é fundamental, e estando próximo isso fica muito mais viável e natural", disse.

"Visitei o Real Madrid e deu água na boca, tudo ajustado. Estamos falando de excelência. Isso vai dar um crescimento muito grande à equipe. Sempre podemos buscar jogadores. Se eu trago o jogador para cinco, seis, sete treinos comigo, vou ter o feeling se ele vai estar pronto para jogar ou não. Se o garoto olhar com naturalidade e competir, vai estar pronto", completou.

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes