Técnico Tite explica como foi definida escalação contra o Santos

Técnico Tite explica como foi definida escalação contra o Santos

Reunião definiu força máxima contra o Santos, nesta quarta-feira

Reunião definiu força máxima contra o Santos, nesta quarta-feira

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Após a vitória contra o Avaí, no domingo, o técnico Tite declarou que iria estudar a possibilidade de poupar alguns atletas na partida contra o Santos. No entanto, no treinamento desta terça-feira, o comandante confirmou a equipe com força máxima.

A decisão de usar os titulares foi tomada em uma reunião entre a diretoria e a comissão técnica do Timão. O técnico Tite explicou como aconteceu esse processo.

"Participam Edu (Gaspar), Alessandro, Fábio (Mahseredjian, preparador físico), Bruno (Mazzioti, fisioterapeuta), eu, Mauro (observador), o presidente (Roberto de Andrade). Lançamos todos os prós e contras, depois colocamos tudo na balança, pendeu tudo para o lado da continuidade", declarou, em coletiva de imprensa no CT Joaquim Grava.

Com força máxima, então, o Corinthians mostra que não irá priorizar nenhuma das competições. O treinador explica que houve um consenso entre todas as partes, mas afirma que já está preparado para lidar com ausências por problemas de saúde pelo excesso de jogos.

"Já conversávamos a respeito de priorizar ou não, combinamos o que era importante para o clube. O consenso foi a busca da continuidade de cada atleta, da repetição da equipe o quanto for possível", explicou.

"Briguei com o departamento médico e com a preparação física. Não queria tirar ninguém do jogo contra o Avaí. Quero escalar quem está no melhor momento técnico, mas quando se corre um risco de saúde, tem de segurar. Vai acontecer, mas tomara que em número muito reduzido", completou o técnico.

Veja Mais:

  • Fiel já garantiu 20 mil ingressos para duelo contra o Botafogo

    Corinthians divulga primeira parcial de ingressos contra o Botafogo na Arena

    ver detalhes
  • Paulinho, perto do Barcelona (ESP), em uma das visitas ao CT Joaquim Grava

    Maior venda da história do Corinthians, Paulinho renderá mais dinheiro com ida ao Barcelona

    ver detalhes
  • Me desculpa, Cássio!

    [Mayara Munhoz] Me desculpa, Cássio!

    ver detalhes
  • Romarinho dá a cavadinha, encobre Orión e empata a primeira final na Bombonera

    Gol de Romarinho na Bombonera faz cinco anos: 'Marcado na minha vida e na história do Corinthians'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes