Sem o Corinthians, Pacaembu agora começará a receber outros esportes

Sem o Corinthians, Pacaembu agora começará a receber outros esportes

Por Meu Timão

O Pacaembu foi a casa do Corinthians por décadas

O Pacaembu foi a casa do Corinthians por décadas

Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Desde que o Corinthians passou a utilizar sua própria Arena, o Pacaembu, que recebeu o Timão por anos, perdeu espaço no cenário do futebol. Tentando adaptar-se à sua nova realidade, o estádio deverá começar a receber partidas de outros esportes, como o Rugby.

Na última sexta-feira, 11 de setembro, a Confederação Brasileira de Rugby (CBR) anunciou que o Secretário de Esportes da Cidade de São Paulo confirmou a realização de três jogos da modalidade no Pacaembu, todos da Seleção Brasileira.

No dia 5 de dezembro, às 16h, o estádio que já foi casa do Corinthians receberá o jogo teste entre Brasil e Alemanha. Além disso, serão executadas outras duas partidas do campeonato internacional "Americas Rugby Cup", nos dias 27 de fevereiro e 5 de março de 2016, contra Estados Unidos e Argentina, respectivamente.

Em 2015, o símbolo esportivo da cidade de São Paulo completou 75 anos. Palco de muitas conquistas e grande parte da história do Alvinegro, recebeu a última partida do Timão em 25 de outubro de 2014, pouco depois da inauguração da Arena Corinthians.

Veja Mais:

  • Por atraso em voo, reunião sobre Jadson no Corinthians é adiada

    [Marco Bello] Por atraso em voo, reunião sobre Jadson no Corinthians é adiada

    ver detalhes
  • Pedrinho, à direita, está na mira de Barcelona, Atlético de Madrid e Chelsea

    Trio europeu monitora Pedrinho; agente aposta em multa de R$ 68 mi para mantê-lo no Corinthians

    ver detalhes
  • Del'Amore é um dos destaques do Corinthians na Copinha-2017

    Zagueiro do Corinthians com ascendência italiana é sondado pela Lazio

    ver detalhes
  • Caixa pode seguir no uniforme do Corinthians para 2018

    Corinthians inicia conversas com Caixa por renovação do patrocínio master

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes