Timão busca superar melhor marca ofensiva dos últimos dez anos

Timão busca superar melhor marca ofensiva dos últimos dez anos

Por Meu Timão

Nesta temporada, Corinthians já marcou 42 vezes no Brasileiro

Nesta temporada, Corinthians já marcou 42 vezes no Brasileiro

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

No último domingo, após vencer o Joinville por 3 a 0, o Corinthians assumiu o posto de melhor ataque do Campeonato Brasileiro, ao lado do Atlético-MG, com 42 gols marcados. Com os números em alta, vai em busca de superar sua maior marca ofensiva dos últimos dez anos.

No Brasileirão de 2005, ano em que consagrou-se campeão, o Timão marcou 87 gols em 42 partidas, chegando ao saldo de gols (gols marcados - gols sofridos) de 28. Já em 2011, ano do último título nacional, foram somente 53 tentos marcados, o que garantiu o título de oitavo melhor ataque da competição. Ainda assim, o saldo de gols foi o melhor do campeonato: 17.

Atualmente, para o setor ofensivo do Timão, o técnico Tite pode contar com Vagner Love, Malcom, Romero e o mais novo reforço do Alvinegro, Lincom. Além dos quatro, Rildo se lesionou na última partida e ficará afastado dos gramados por cerca de dois meses. Outro atacante lesionado é Luciano, que operou o joelho, já está em fase de tratamento, mas só deve retornar em 2016.

Porém, nem mesmo os desfalques têm impedido o Corinthians de marcar. Após um primeiro turno com escassez de gols - 27 em 19 partidas, com média de 1,4 por jogo - o Alvinegro já marcou 15 vezes desde o início do segundo turno, há seis jogos - atingindo a média de 2,5.

Atualmente, com apenas 19 gols sofridos, o saldo de gols do Alvinegro é positivo e de 23, o melhor da competição. Faltam poucos gols a serem marcados - 5 - para superar o saldo atingido em 2005. Já para superar os gols marcados, a meta é mais difícil, faltando 45, em 13 duelos restantes. Desde a marca, o ano em que o Timão chegou mais próximo de superá-la foi 2010, quando marcou 65 vezes, mas terminou o Brasileirão em terceiro lugar.

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes
  • Luidy (boné) conheceu o CT Joaquim Grava na última quinta-feira

    Contratação do Corinthians vai ao CT pela primeira vez

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes