Zagueiro relembra chegada ao Timão e faz planos para o futuro

Zagueiro relembra chegada ao Timão e faz planos para o futuro

Por Meu Timão

Antes preterido, Felipe conquistou a confiança da torcida do Timão e se tornou 'peça-chave' na defesa de Tite

Antes preterido, Felipe conquistou a confiança da torcida do Timão e se tornou 'peça-chave' na defesa de Tite

Foto: Agência Corinthians

O início de Felipe no Corinthians foi cercado de desconfiança. Após poucas atuações pelo Timão, o zagueiro precisou se lapidado pelo técnico Tite até conquistar a titularidade e, por fim, o apoio da torcida alvinegra. Hoje, três anos após sua chegada ao clube, ele relembra o começo de “erros” no time do Parque São Jorge.

“Cheguei do Bragantino em 2012 meio cru, precisando de um treinamento diferente. O Tite teve uma participação enorme no meu crescimento. Agradeço tanto a ele que fica até bravo. Quando ele saiu e veio o Mano Menezes, ele me queria de outro jeito. Tive alguns erros. Mas hoje vivo uma boa fase, amigos sempre me apoiaram”, contou Felipe durante coletiva no CT Joaquim Grava.

Depois do retorno de Anderson Martins ao Catar, no início da temporada, Felipe ganhou a tão esperada chance e não desperdiçou. Atualmente, ao lado do companheiro Gil, forma a melhor defesa do Campeonato Brasileiro, com apenas 21 gols sofridos em 27 rodadas disputadas. Por isso, ele se vê no direito de “sonhar alto”.

“O meu sonho é chegar à Seleção Brasileira, todos os jogadores querem isso. Pelo que venho jogando, tenho esse objetivo logo de cara. Não sou eu quem escolho, então é trabalhar forte, fazer tudo com os pés no chão, que eu chego lá”, garantiu o zagueiro, que falou sobre a forte amizade que mantém com um dos jogadores do elenco.

“Não tenho do que reclamar. Agradeço muito aos parceiros que tenho hoje. Sobre o Gil, é meu irmãozão (sic), gosto demais dele, sempre digo aos meus amigos que ele é fora de série. É um espelho para mim, sim. Fiquei muito feliz quando ele foi chamado para a Seleção Brasileira. O cara é fora de série”, finalizou.

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes
  • Luidy (boné) conheceu o CT Joaquim Grava na última quinta-feira

    Contratação do Corinthians vai ao CT pela primeira vez

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes