Depois de 'convite', Sanchez manda resposta para Kalil

Depois de 'convite', Sanchez manda resposta para Kalil

Por Meu Timão

Atual superintentente de futebol do Timão, Andrés descartou ter qualquer tipo de interesse em assumir a presidência da Liga Sul-Minas-Rio

Atual superintentente de futebol do Timão, Andrés descartou ter qualquer tipo de interesse em assumir a presidência da Liga Sul-Minas-Rio

Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

O superintendente de futebol do Corinthians, Andrés Sanchez, não demorou em se manifestar diante da proposta de Alexandre Kalil, CEO da Liga Sul-Minas-Rio. Após o ex-dirigente do Atlético-MG oferecer seu cargo em troca da presença do Timão no novo campeonato, o mandatário alvinegro descartou ter qualquer tipo de interesse em assumir a presidência do grupo.

“Me sinto lisonjeado pela posição do Kalil, mas não sou candidato à presidência de nenhuma Liga”, declarou Sanchez, em entrevista ao portal ESPN.com.br. “Acho que uma Liga Nacional só vai poder existir na convergência entre clubes, federações e CBF. E esse presidente, em minha humilde opinião, deve ser um executivo de mercado”, acrescentou.

Formado por clubes do eixo Sul-Minas-Rio, o torneio ganhará sua primeira edição já em 2016. Até o momento, quinze equipes já se manifestaram a favor do movimento, que pode enfraquecer os campeonatos regionais e fazer frente à entidade máxima do futebol brasileiro. São elas: América-MG, Atlético-MG, Cruzeiro, Atlético-PR, Coritiba, Paraná, Avaí, Chapecoense, Criciúma, Figueirense, Joinville, Grêmio, Internacional, Flamengo e Fluminense.

“Os clubes têm que sentar à mesa com as demais forças do futebol e encontrar um caminho que seja a melhor solução para o futebol brasileiro. Sem vaidade, principalmente”, finalizou o dirigente corinthiano. No próximo dia 08, dirigentes se reunirão com Marco Polo Del Nero, presidente da CBF, para discutir a formação da Liga.

Mais cedo, Kalil prometeu até renunciar seu cargo na gestão do campeonato caso o Corinthians faça coro ao grupo. “Entrego a presidência pro Andrés se o Corinthians vier e vou ser o responsável por salvar o futebol brasileiro. Tô (sic) pouco ligando para a presidência da Liga”, disparou Kalil ao blog do Juca Kfouri.

Veja Mais:

  • Monster Jam agitou Itaquera nesse sábado

    Primeiro Monster Jam no Brasil leva mais de 30 mil pessoas à Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Crislan pertence ao Braga, mas jogou no Vegalta Sendai por empréstimo

    Em alta no Japão, atacante despista sobre sondagem do Corinthians

    ver detalhes
  • Carille acredita em crescimento de Marquinhos Gabriel na próxima temporada

    Após sondagens, Corinthians e Marquinhos Gabriel negam possibilidade de empréstimo para 2018

    ver detalhes
  • Em meio à Fiel, Carille ergue a taça do hepta

    Como ganhar na loteria! 'Campeão de tudo' em 2018 levará R$ 144 milhões

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes