Corinthians ainda deve direitos de imagem a ex-treinador

Corinthians ainda deve direitos de imagem a ex-treinador

Por Meu Timão

Mano Menezes revelou o Corinthians ainda lhe deve seis meses de salário

Mano Menezes revelou o Corinthians ainda lhe deve seis meses de salário

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Se na última terça-feira, o Corinthians quitou suas dívidas referentes aos direitos de imagem e premiações de Ralf, Elias, Renato Augusto, Jadson e Danilo, com o ex-técnico do Timão, Mano Menezes, a situação não mudou.

Em junho deste ano, seis meses após sua saída do clube, o treinador revelou as pendências, referentes aos seis últimos meses de sua passagem, por de direitos de imagem. Em participação ao programa Bola da Vez, da ESPN, que será exibido na noite desta terça-feira, Mano voltou a tocar no assunto, reafirmando a dívida.

"Minha esperança está aí nos próximos dias. Ficaria muito chateado se tivesse que recorrer à Justiça, com a relação que tenho com o Corinthians, com tudo que vivemos juntos, para receber uma coisa que é meu direito de trabalho. Ficaria muito chateado, muito decepcionado. Espero que não precise", disse o técnico.

Além de Mano Menezes, o Corinthians também deve premiações para o técnico Tite e o valor do acordo com Ralf, sobre a sua não transferência para a Itália em 2012. Esse montante está sendo cobrado na Justiça pelos empresários do jogador.

Veja Mais:

  • Semana passada, chapa de Andrés Sanchez havia prometido duas mulheres na diretoria

    Conselheira é vetada da chapa de Andrés Sanchez no Corinthians e alega machismo: 'Fiquei sem chão'

    ver detalhes
  • Presidente vai definir na tarde desta quinta-feira a saída ou não de Flávio Adauto

    Reunião definirá situações de diretores dissidentes; contratações podem ser impactadas

    ver detalhes
  • Dentinho publicou fotos de 'poker alvinegro' nesta quarta-feira

    Dentinho publica fotos de 'poker alvinegro' com ex-goleiro do Corinthians e mesa personalizada

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez vai concorrer à presidência do Corinthians pela segunda vez

    Andrés Sanchez pode perder foro privilegiado se cumprir promessa de campanha no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes