Tite destaca 'melhor meio campo' e elege os líderes do elenco corinthiano

Tite destaca 'melhor meio campo' e elege os líderes do elenco corinthiano

Por Meu Timão

Tite e Renato Augusto conversam à beira do gramado durante a goleada do Timão sobre o Once Caldas, pela Libertadores

Tite e Renato Augusto conversam à beira do gramado durante a goleada do Timão sobre o Once Caldas, pela Libertadores

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Na liderança isolada do Brasileirão, o técnico Tite crê que o atual meio campo do Corinthians é superior ao da equipe de 2012, campeã invicta da Copa Libertadores da América e do Mundial de Clubes da FIFA. Para ele, o quarteto formado por Ralf, Elias, Jadson e Renato Augusto tem mais qualidade na troca de passes.

“Aquele era mais estático, mais posicionado, não tinha tanta velocidade de transição. Mas tinha outras características. Era muito inteligente taticamente, com um nível de concentração muito alto. Não se perturbava em jogar em Livramento ou no Maracanã. Jogava com a mesma concentração, mobilização, preparação. O de hoje toca mais a bola, triangula mais, infiltra muito, consegui montar melhor o meio campo”, afirmou Tite ao jornal Zero Hora.

Diferentemente da formação 4-1-4-1, a primeira versão do “Corinthians 2012” era formada por Ralf, Paulinho, Danilo e Alex. Após o fim da competição, Douglas voltou a ter espaço com o treinador e recuperou a vaga. No entanto, o jogador escolhido para enfrentar o Chelsea, da Inglaterra, pelo título mundial, foi o atacante Jorge Henrique.

Passados três anos, Tite deixou o comando técnico do clube alvinegro, aperfeiçoou seu conhecimento na Europa e retornou ao cargo de treinador do Timão. Prestes a conquistar seu segundo título brasileiro, ele elege os jogadores que complementam seu trabalho dentro das quatro linhas.

“Cada um tem uma característica diferente de liderança. Quem faz melhor a leitura tática é o Renato Augusto, até por ter atuado pelo Bayern de Munique (Nota da Redação: Renato Augusto jogou no Bayer Leverkusen). Jadson é uma liderança técnica muito inteligente. Ralf é um líder muito competitivo. Cássio, mesmo falando pouco, é uma liderança técnica, junto com Fagner”, completou.

Veja Mais:

  • 'General' Balbuena marcou na Colômbia e salvou o Corinthians

    Balbuena marca nos acréscimos e Corinthians se salva de vexame na Colômbia pela Sul-Americana

    ver detalhes
  • Balbuena (à esq.) auxiliou Carille na tradução de perguntas em espanhol após empate em Tunja

    Após noite de herói, Balbuena ataca de tradutor para Carille em entrevista coletiva

    ver detalhes
  • Timão sofreu, mas conseguiu empatar com Patriotas no 'apagar das luzes'

    Dez tweets que descrevem a sensação de todo corinthiano com o empate na Colômbia

    ver detalhes
  • Moisés foi um dos destaques negativos do Corinthians nesta quarta

    Torcida do Corinthians salva Balbuena e detona dupla de jogadores após empate na Colômbia

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes