Cria da base, Boquita elogia Love e destaca trabalho de Tite

Cria da base, Boquita elogia Love e destaca trabalho de Tite

Por Meu Timão

Com a camisa alvinegra, Boquita disputou 60 jogos e marcou quatro gols

Com a camisa alvinegra, Boquita disputou 60 jogos e marcou quatro gols

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

O ex-jogador do Corinthians, Boquita, enalteceu o futebol apresentado pelo atacante Vagner Love nas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro. Para o volante, que hoje defende as cores da Portuguesa, o camisa 99 foi imprescindível na conquista da sexta taça nacional, não apenas pelos gols marcados mas também pela entrega dentro de campo.

“Sem dúvida, foi um dos principais jogadores do Corinthians, ainda mais nessa reta final. Acho que em quase todos os jogos estava fazendo gols. E não só gols, ele ajuda muito. Você vê o Vagner Love correndo atrás dos zagueiros, marcando, dando carrinho. Acho que ele ajudou muito o Corinthians”, afirmou Boquita, durante participação no programa Os Donos da Bola, da Rede Bandeirantes.

Formado nas divisões de base do Parque São Jorge, Boquita surgiu após se destacar na conquista da Copa São Paulo de Futebol Júnior, em 2009. Promovido ao elenco principal, não conseguiu ter grandes atuações e, pouco aproveitado por Tite, acabou emprestado ao Bahia. Ainda assim, o meio-campista acredita que o técnico é o maior responsável pelas vitórias do Timão.

“Pra mim, o principal cara é o Andrés, ele é um cara muito inteligente. E o Tite eu tive o prazer de trabalhar uns três meses no Corinthians. É um cara que deixa todo mundo feliz, quem está jogando, quem não está. Porque quem não está jogando com ele sabe que vai ter uma chance de aparecer. Todo mundo tem que estar bem preparado porque a oportunidade vai aparecer”, acrescentou.

Das categorias de base ao profissional, Boquita permaneceu por oito anos no Corinthians. Em 2012, deixou o Parque São Jorge e acertou com a Lusa. Desde então, teve rápidas passagens por Atibaia, Atlético Sorocaba, Vila Nova e Marília. Em agosto, acertou seu retorno ao Canindé para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série C. Pelo Timão, venceu a Copa do Brasil e o Paulistão, ambos em 2009.

Veja Mais:

  • Corinthians volta a jogar nesta segunda pela Liga Nacional

    Corinthians encara 'reforçado' Sorocaba na primeira final da Liga Nacional

    ver detalhes
  • Pelada registrada no Amapá, onde Caio presenciou o tradicional 'futilama'

    Do Amapá à Antártida: torcedor do Corinthians, fotógrafo percorre o mundo em busca de peladas

    ver detalhes
  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes