'Tranquilo' em relação a lesões, Guilherme cita preferência por função e projeta Libertadores

10.0 mil visualizações 57 comentários

Por Meu Timão

Recém-chegado, Guilherme ainda não sabe qual número de camisa usará

Recém-chegado, Guilherme ainda não sabe qual número de camisa usará

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Quinto reforço do Corinthians para a temporada de 2016, o meia-atacante Guilherme foi oficialmente apresentado. Após participar do primeiro treino com bola junto do elenco, nesta terça-feira, no CT Joaquim Grava, o jogador concedeu entrevista coletiva e celebrou o bom momento na carreira – sobretudo a distância do departamento médico.

“Tem um bom tempo que as lesões não existem, estou muito tranquilo em relação a isso, ainda mais amparado por grandes profissionais que aqui estão”, afirmou Guilherme. “Saíram grandes jogadores, mas é importante frisar que os que ficaram também são campeões. Posso chegar e atuar. Não me vejo pressionado, sabem o que esperar de mim”, avisou.

Formado no Cruzeiro, Guilherme acumula passagens por Dínamo de Kiev (UCR), CSKA Moscou (RUS) e Atlético-MG. Apesar das boas atuações, o apoiador passou a conviver com repetidas contusões. Em agosto de 2015, ele acabou negociado com o Antalyaspor (TUR), onde atuou tanto no meio de campo quanto no ataque.

“Já tem alguns anos que jogo no meio-campo, na armação da equipe, servindo os atacantes. Mas, em caso de necessidade, não vejo problema em jogar mais adiantado. Tudo é questão de treinamento. Talvez hoje eu tenha facilidade maior pelo meio”, brincou. “Entre os 11, só não dá para ser na zaga ou no gol. Do meio para frente, com treinamento, podemos nos ajustar”, continuou.

Com Guilherme, o técnico Tite passa a ter a uma nova opção para a armação do Corinthians, que perdeu suas principais peças do hexacampeão brasileiro. Somente neste início de ano, Edu Dracena, Gil, Ralf, Renato Augusto, Jadson e Vagner Love deixaram o Parque São Jorge. Ainda assim, o novo reforço projeta boas novas para a sequência de 2016.

“A dificuldade vai ser geral, talvez a gente sofra um pouco mais porque a competição está bem aí em cima. Ficaram jogadores que já vinham treinando, já sabem da filosofia. É tentar fazer o máximo, pelo que tenho sentido os questionamentos são mais de fora para dentro. Aqui está todo mundo confiante”.

Questionado se o Timão é um dos favoritos ao título da Copa Libertadores da América, o meia-atacante foi pragmático. “O favoritismo é algo que também vem de fora para dentro. Existe uma linha que é mantida desde alguns anos. Cedo ou tarde, o time vai colher coisas boas”, concluiu.

Veja Mais:

  • Corinthians foi derrotado pelo Palmeiras

    Corinthians é superado pelo Palmeiras e sofre primeira derrota como mandante no Brasileirão

    ver detalhes
  • Corinthians ainda pode ser ultrapassado na tabela nesta rodada

    Corinthians vê Palmeiras abrir vantagem e pode perder posição no Brasileiro; veja tabela

    ver detalhes
  • Treinador do Corinthians deu respostas duras durante a coletiva após o Dérbi

    VP ironiza pergunta sobre medo de ser demitido do Corinthians: 'Sabe quanto dinheiro eu tenho?'

    ver detalhes
  • Renato Augusto foi eleito o melhor do Corinthians na noite contra o Palmeiras

    Meia é eleito craque do Corinthians em noite de derrota em Dérbi; lateral é o pior

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians cobrou os jogadores após derrota no Dérbi

    Torcedores do Corinthians cobram atletas na saída do estádio após derrota em Dérbi

    ver detalhes
  • Cássio subiu mais um degrau na lista de atletas históricos do Corinthians

    Cássio ultrapassa lenda dos anos 50 e se torna o segundo jogador com mais partidas pelo Corinthians

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x