Ansioso pelo primeiro gol, Marlone elogia Tite e fala em 'time forte'

Ansioso pelo primeiro gol, Marlone elogia Tite e fala em 'time forte'

Por Meu Timão

5.7 mil visualizações 50 comentários Comunicar erro

Marlone fez sua estreia na derrota por 1 a 0 para o Atlético-MG, nos EUA, pela Florida Cup

Marlone fez sua estreia na derrota por 1 a 0 para o Atlético-MG, nos EUA, pela Florida Cup

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Recém-chegado, o meia Marlone disputou as cinco partidas do Corinthians na temporada de 2016. Um dos reservas mais utilizados pelo técnico Tite, o jogador ainda não teve a oportunidade de comemorar um gol pelo time do Parque São Jorge. Sincero, ele admitiu que está ansioso pelo momento, mas ressaltou que o tento será algo natural.

“Se falar que não fico ansioso, estaria mentindo. Mas tenho que deixar a coisa fluir naturalmente. No momento certo, vou fazer o gol. Espero que seja com normalidade”, afirmou Marlone, em entrevista à Gazeta Press. Ainda assim, o ex-meia do Sport conta que não sabe qual será sua reação ao balançar a rede adversária pelo Timão.

“Ah, cara. É difícil falar... Quando você mete um gol, vem tanta coisa na cabeça. Dá vontade de saltar, de cair no chão... É uma emoção que você não controla. Só no momento do gol é que dá para saber”, explicou.

Nascido em Augustinópolis-TO, Marlone atuou nas categorias de base do Vasco da Gama por oito anos até ter sua primeira chance no elenco profissional. Em 2013, o apoiador ganhou o prêmio de melhor jogador do time carioca, mas acabou vendido ao Cruzeiro. Por lá, não conseguiu firmar seu futebol e foi liberado para defender o Fluminense.

Hoje no Corinthians, o armador sabe que terá de provar seu futebol para se tornar titular. Apesar de ser frequentemente testado por Tite, os atacantes Ángel Romero e Lucca ocupam as vagas de ataque pelos lados do campo, função desempenhada por Marlone na equipe de Recife.

“Sobre quem joga, o professor é que decide. Tenho entrado durante os jogos e procurado mostrar garra. Daqui a pouco, encaixo uma jogada individual, que é o meu estilo, e a bola entra. O Tite tem a grande qualidade de dar atenção para todo o mundo”, elogiou.

O Timão volta a campo na próxima quinta-feira, contra o Capivariano, às 21h (horário de Brasília), na Arena Corinthians. Depois, no dia 14, os comandados de Tite disputam o clássico com o São Paulo, também dentro de casa. A estreia na Libertadores está marcada para dia 17, diante do Cobresal (CHL), no Chile.

Para Marlone, os atletas contratados pela diretoria podem suprir as saídas dos hexacampeões nacionais. “O Corinthians foi merecidamente campeão brasileiro com esses jogadores. Mas agora é uma nova turma que chegou e está se conhecendo, procurando encaixar da melhor forma possível. Com certeza, seremos um time tão ou mais forte do que aquele do ano passado”.

Veja Mais:

  • Mauro da Silva (auxiliar), Duílio Monteiro Alves (diretor-adjunto de futebol) e Alessandro (gerente) durante um dos treinos no CT

    Diretoria assume dificuldade por um 9: 'Futebol na América do Sul pagando salários de Europa'

    ver detalhes
  • Duilio Monteiro Alves, diretor-adjunto de futebol do Corinthians

    Diretor do Corinthians sobre renovação de Balbuena: 'Não podemos dar um passo maior do que a perna'

    ver detalhes
  • Ainda não há confirmação se o treino na Arena será aberto à Fiel

    Diretor confirma treino na Arena Corinthians em véspera do clássico contra o Palmeiras

    ver detalhes
  • Matheus foi bastante acionado em seu primeiro treino com bola no Corinthians

    Gol de Matheus, ausência de Balbuena e evolução de Juninho: treino pré-Dérbi do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes