Líder do elenco, Danilo lamenta derrota: 'a gente veio para ganhar'

Líder do elenco, Danilo lamenta derrota: 'a gente veio para ganhar'

Por Meu Timão

Capitão no clássico, Danilo ficou em campo durante os 90 minutos

Capitão no clássico, Danilo ficou em campo durante os 90 minutos

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Até sexta-feira, Danilo era o único jogador confirmado por Tite para o clássico deste domingo. Capitão da equipe que foi superada pelo Santos, por 2 a 0, o meio-campista evitou fazer grande análises da partida e foi sucinto ao lamentar a primeira derrota do Corinthians no ano.

“A gente veio pra ganhar, todo jogo é complicado, não existe jogo fácil”, disse o veterano jogador do Timão, já respondendo se o grupo já foca no duelo de quarta-feira, contra o Cerro Porteño. “Também, não existe jogo fácil. Temos que pensar em todos”, completou.

Titular no início da temporada, Danilo perdeu a vaga para André. Ao contrário do que fez nas primeiras partidas, quando era utilizado como centroavante por Tite, o meia desde o começo do clássico jogou no meio de campo.

No início, ele jogou centralizado no meio, ao lado de Willians, enquanto Luciano estava no ataque. No entanto, devido principalmente à entrada de Alan Mineiro, que entrou no lugar de Romero e começou a jogar no meio, Danilo passou a jogar pelo lado direito do campo - posição que vinha sendo ocupada pelo paraguaio.

Veja Mais:

  • Marquinhos Gabriel é aposta do Corinthians para triunfar em território hostil. Vale a aposta?

    Contra o Racing, Corinthians decide classificação às quartas da Sul-Americana

    ver detalhes
  • Fachada do estádio, no alto, com imagens de ídolos e os anos de glórias

    Estádio do rival do Corinthians cultua e respeita a história de quem fez história pelo clube

    ver detalhes
  • Carille conduziu trabalho do Timão no estádio Presidente Perón

    Carille explica mudanças no Corinthians e pede 'jogo inteligente' por vaga

    ver detalhes
  • Jô falou com a imprensa nesta terça-feira já na Argentina

    Jô admite toque no braço, nega trapaça e abre o jogo sobre polêmica no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes