Dez meses depois, Corinthians volta ao Defensores Del Chaco; só três titulares estão mantidos

Dez meses depois, Corinthians volta ao Defensores Del Chaco; só três titulares estão mantidos

Por Meu Timão

Danilo deve, assim como diante do Guaraní, ser reserva contra o Cerro Porteño

Danilo deve, assim como diante do Guaraní, ser reserva contra o Cerro Porteño

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O Corinthians retorna ao estádio Defensores Del Chaco, em Assunção, no Paraguai, na noite desta quarta-feira, contra o Cerro Porteño, pela terceira rodada da fase de grupos da Libertadores. A última vez que a equipe de Tite jogou por lá foi há pouco mais de dez meses: as lembranças não são nada boas e, ao menos em relação ao time titular, muita coisa mudou.

Em 6 de maio de 2015, o Corinthians visitou o Guaraní pela partida de ida das oitavas de final da Libertadores daquele ano. Franca favorita, a equipe alvinegra sucumbiu e acabou derrotada por 2 a 0 para o time que viria, uma semana depois, a avançar à fase seguinte.

Naquela noite, Tite escalou a seguinte equipe: Cássio; Fagner, Felipe, Gil e Fábio Santos; Ralf, Elias, Jadson, Renato Augusto e Luciano; Guerrero. Bruno Henrique, Malcom e Danilo entraram no decorrer da partida.

Em relação ao time titular que deve começar a partida desta quarta, contra o Cerro, apenas três peças foram mantidas: Cássio no gol, Fagner na lateral direita e Felipe na zaga. Os seguintes jogadores nem mesmo fazem mais parte do elenco corinthiano: Gil, Fábio Santos, Ralf, Jadson, Renato Augusto e Guerrero. Elias está machucado, e Luciano começa o duelo, desta vez, no banco de reservas.

Veja Mais:

  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes