Romero reclama de 'falta de sequência' e não descarta deixar o Timão

58 mil visualizações 225 comentários

Por Meu Timão

Romero foi titular contra o Grêmio, na estreia do Brasileirão, e depois retornou ao banco

Romero foi titular contra o Grêmio, na estreia do Brasileirão, e depois retornou ao banco

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Em meio à provável saída de Felipe, o Corinthians pode perder mais um jogador. Ao menos é o que cogita Ángel Romero. Artilheiro da equipe na temporada de 2016 com nove gols, o paraguaio admitiu incômodo com a condição de reserva e não descartou uma mudança de ares na próxima janela de transferências para o futebol exterior.

"Como eu sempre falei, a minha ideia é ser titular aqui no Corinthians, ficar para jogar o Brasileirão. Mas infelizmente eu não tenho a sequência que eu queria, comecei muito bem no ano em 2016, fiz gol, fiz grandes partidas, mas fiquei agora de novo na reserva. Acho que é a minha ideia é ficar no Corinthians, mas se chegar uma proposta da Europa tenho que falar com a minha família, meu empresário e tenho que ver o que acontece. Porque estou aqui há dois anos, então, também já estou ficando mais velho, a ideia é aproveitar cada dia, evoluir, então, se Deus quiser, que eu possa jogar aqui e ficar no Corinthians", declarou, nesta quinta-feira, durante evento em loja Poderoso Timão, à TV Bandeirantes.

No Corinthians desde 2014, Romero nunca foi titular absoluto nesses dois anos em que defende o clube alvinegro. No início de 2016, Tite sinalizou que o paraguaio poderia fazer a função de ala pela direita. Com a chegada de Giovanni Augusto, contudo, o camisa 11 voltou a perder espaço e, mesmo em fase goleadora, foi sacado por Tite.

"Tem um treinador quem decide, né? O Tite. Eu trabalho a cada dia, me dedicando a cada treino para ser titular, mas tem um treinador que fala quem vai jogar, que escolhe o jogador que vai jogar. Eu só fico preparado para quando chegar a oportunidade e eu puder jogar", disse o atacante.

Ainda durante o evento, Romero destacou a falta de sequência que teve. Curiosamente, é justamente essa uma das filosofias de Tite: manter jogadores na equipe principal mesmo sob críticas por acreditar na melhora gradual com ritmo de jogo.

"Eu acho que pelo meu trabalho que estou realizando em 2016, acho que mereço jogar pelo menos em uma oportunidade. Acho que comecei muito bem o ano, fazendo grande grandes partidas. Fiquei feliz porque teve a oportunidade no começo do ano. Ninguém demonstra seu futebol em um, dois jogos, tem que ter sequência, tem que pegar confiança e conseguir se fixar como titular. Acho que a oportunidade vai chegar, só me preparar bem em cada treino, para quando chegar eu fazer gols, que é o que atacante tem que fazer", explicou o paraguaio.

Fato é que Romero sempre demonstrou muito esforço nos treinos e, por conta disso, conquistou simpatia de boa parte da torcida corinthiana. O jogador, que acredita viver em 2016 seu melhor momento da carreira, lamenta que isso não esteja sendo suficiente para torná-lo titular do Timão.

"É o meu melhor momento agora desde que cheguei no Corinthians, em 2014. O primeiro ano foi de adaptação e 2015 foi muito difícil para mim porque não tive muita sequência. É muito diferente você começar como titular e entrar no segundo tempo. Acho que comecei muito bem em 2016 fazendo gols. Fico feliz pelo momento que estou vivendo agora. O objetivo é dar sequência. A cada oportunidade que eu tiver, espero estar contribuindo com gols."

Veja Mais:

  • Corinthians não pretende voltar aos treinos antes da pandemia ser controlada

    Corinthians publica carta aberta contra volta de alguns times aos treinos em meio a pandemia; leia

    ver detalhes
  • Equipe Sub-17 do Corinthians é uma das que estão paradas neste momento devido à pandemia

    Corinthians deve reduzir quadro de funcionários da base e do feminino se não houver torneios

    ver detalhes
  • Armador Gustavinho em foco durante vitória contra o Mogi das Cruzes, pelo NBB

    Meu Timão faz live com Gustavinho Lima, ex-camisa 10 do Corinthians, nesta terça; veja detalhes

    ver detalhes
  • Clube é formado por crianças até 11 anos e pretende transmitir o 'Espírito Corinthiano' aos atletas

    Inglês funda novo Corinthians após assistir a filme: 'Quero passar esse espírito'

    ver detalhes
  • Fábio Carille deixou o Corinthians em novembro do ano passado

    Carille valoriza aprendizado em outros clubes, mas planeja retorno ao Corinthians

    ver detalhes
  • Explicamos os próximos passos: Corinthians e a tentativa de chapéu de Carille por Jô

    VÍDEO: Explicamos os próximos passos: Corinthians e a tentativa de chapéu de Carille por Jô

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: