Mesmo com garoto 'aprovado', Cristóvão reforça necessidade por lateral-direito

Mesmo com garoto 'aprovado', Cristóvão reforça necessidade por lateral-direito

Por Meu Timão

Para Cristóvão, Léo Príncipe (foto) ainda não tem condições de ser reserva imediato de Fagner

Para Cristóvão, Léo Príncipe (foto) ainda não tem condições de ser reserva imediato de Fagner

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Embora tenha aprovado a estreia de Léo Príncipe, Cristóvão Borges vê como fundamental a contratação de um novo lateral-direito para o Corinthians. Ciente das características dos jogadores que compõem o elenco alvinegro, o técnico reforçou a necessidade de um substituto imediato para Fagner.

“Quando cheguei, tínhamos a urgência de dois jogadores, mas isso deixou de ser urgência quando Pato foi reincorporado. Estávamos atrás de um atacante e precisávamos de mais um lateral-direito, tínhamos só o Léo Príncipe e já vislumbramos uma convocação de Fagner”, explicou Cristóvão, em entrevista à rádio Jovem Pan.

Promovido das categorias de base, Léo Príncipe, de 19 anos, disputou a Copa São Paulo de Futebol Júnior pelo Timão em 2016. Eleito o melhor de sua posição, foi emprestado ao Oeste-SP para adquirir experiência, mas foi chamado pelo técnico Tite, então no clube, assim que Edílson foi vendido ao Grêmio, em maio.

No sábado, diante do Figueirense, o jovem jogador fez sua estreia pelo time profissional do Corinthians e ganhou elogios de Cristóvão. “O Léo foi muito bem. Não é fácil jogar um jogo que nós sabíamos que seria bastante difícil. Não só difícil, difícil de jogar o jogo. Ele foi muito bem, fez o que nós treinamos, marcou bem, atacou. Foi uma partida muito boa, importante pro nosso grupo. Ficamos todos contentes com isso”, enalteceu o treinador após o empate em 1 a 1.

Ainda assim, a diretoria do Timão deve seguir na busca de um lateral-direito experiente e de bom custo-benefício. “No mais, nossos reforços estavam no departamento médico, como Elias. Na volta deles, ficamos mais compostos. Em relação a um atacante, agora vai depender do futuro do Pato. Na lateral, ainda vamos precisar”, afirmou o comandante alvinegro.

Ao contrário de outros setores, a defesa corinthiana não deve receber novas peças antes do término da temporada. De acordo com Cristóvão, os atletas responsáveis por evitar os gols adversários suprem a necessidade do atual campeão nacional. O zagueiro Pedro Henrique, aliás, é uma grata surpresa.

“Tem essas coisas quando se monta um time, às vezes você tem respostas. Pedro Henrique teve resposta, é muito bom. Quando se tem respostas assim, não precisa de urgência”, explicou.

Sem compromisso ao meio de semana, o Corinthians terá cinco dias de preparação visando o duelo com o Internacional do próximo sábado, às 16h (de Brasília), no estádio Beira-Rio, pela 17ª rodada do Brasileirão. A equipe paulista está na segunda colocação da Série A, com dois pontos a menos que o líder Palmeiras.

O começo – Léo Príncipe teve uma estreia relativamente satisfatória com a camisa do Corinthians. Acionado para substituir o suspenso Fagner, o garoto de 19 anos cometeu erros, como era de se esperar, mas também teve bons momentos e mostrou tranquilidade na saída de bola.

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes