Após bate-papo com corinthianos, Fagner revela 'temor' antes de ida à Seleção

Após bate-papo com corinthianos, Fagner revela 'temor' antes de ida à Seleção

3.3 mil visualizações 33 comentários Comunicar erro

Fagner e Renato Augusto, companheiros de equipe em 2015, se reencontrarão na Seleção a partir de domingo

Fagner e Renato Augusto, companheiros de equipe em 2015, se reencontrarão na Seleção a partir de domingo

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Presente na primeira lista de convocados do técnico Tite, o corinthiano Fagner já vive a expectativa de se juntar à delegação do Brasil. Embora garanta foco total no Timão, que se prepara para o duelo com a Ponte Preta do próximo sábado, o jogador confessou estar ansioso pela “primeira vez” na Seleção. E preocupado também.

Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, no CT Joaquim Grava, o lateral-direito do Corinthians revelou ter conversado com os ex-companheiros de clube Gil e Renato Augusto sobre a oportunidade de vestir a amarelinha. O camisa 23 foi chamado para disputar os jogos diante de Equador e Colômbia, nos dia 1º e 6 de setembro, pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018.

“Encontrei com Renato ontem, Paulinho também. Conversei com eles. Quero viver essa expectativa a partir de domingo. Até lá, vou pensar na Ponte Preta para fazer um grande jogo no sábado”, afirmou Fagner, que acompanha os ex-atletas do Timão, além de Neymar, treinarem no CT desde quarta-feira.

Em tom bem humorado, o lateral, questionado a respeito do teor do bate-papo, surpreendeu. “Perguntei para o Renato Augusto como é a China, foi mais de curioso”, disse o ala alvinegro, revelando ainda um pedido feito por ele ao zagueiro Gil. “Falei para o Gil não ficar me sacaneando. Estou preocupado, a zoeira deve ser grande. A gente fica feliz de reencontrar amigos”.

Antes de se apresentar à Seleção, porém, Fagner tem compromissos a cumprir pelo Corinthians, terceiro colocado do Campeonato Brasileiro. A equipe do Parque São Jorge tem de vencer a Ponte Preta para voltar a incomodar o líder Palmeiras, três pontos à frente. Missão que ele mesmo faz questão de anunciar. “Vivo um dia de cada vez, penso no jogo de sábado, que será difícil. A partir de sábado às 18h, vou pensar na Seleção”, completou.

Veja Mais:

  • Arena Corinthians é a casa do Timão desde maio de 2014

    Fundo da Arena Corinthians abate R$ 260 milhões de dívida com Odebrecht

    ver detalhes
  • Gustavo comemora o gol contra o Racing, em confronto pela primeira fase da Copa Sul-Americana de 2019

    Gustagol tem o maior número de finalizações de cabeça do Brasil e média impressionante de gols

    ver detalhes
  • VÍDEO: Estagiário responde: Por que o meio-campo não funciona?

    ver detalhes
  • Carille comandou treino no CT Joaquim Grava nesta sexta-feira; preparação segue no sábado

    Corinthians inicia preparação para Majestoso em única atividade aberta à imprensa

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes