Presidente explica venda de Elias e revela ofertas por outros jogadores

Presidente explica venda de Elias e revela ofertas por outros jogadores

Por Meu Timão

Receio de Elias 'perder motivação' no Corinthians fez Roberto de Andrade aceitar proposta do Sporting

Receio de Elias 'perder motivação' no Corinthians fez Roberto de Andrade aceitar proposta do Sporting

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Presidente do Corinthians desde fevereiro de 2015, Roberto de Andrade tem sido constantemente criticado pela torcida em razão do volume de jogadores negociados – foram 17 apenas sob sua gestão. Segundo o cartola alvinegro, porém, as transações são concretizadas de acordo com a vontade de casa atleta, como aconteceu com Elias, vendido repentinamente ao Sporting (POR).

“Apesar de muita gente achar que o presidente quer vender todo mundo, não é assim que funciona. O ser humano tem vontades. Tentei de todas as formas que o Elias ficasse conosco, mas era uma vontade dele”, afirmou Roberto de Andrade em entrevista ao GloboEsporte.com.

Um dos poucos remanescentes da equipe hexacampeã brasileira, Elias deixou o Timão na última terça-feira, um dia antes do fechamento da janela de transferências para a Europa, a fim de acertar os detalhes do acordo com o Sporting. Andrade, condenado por não exigir o cumprimento do contrato em outros casos, explicou por que dificilmente barra o desejo de algum atleta em atuar por outro clube.

“Sempre ficamos com a preocupação de que, se você não liberar e fizer a vontade do atleta de sair, você vai perder a motivação dele por não ter ido, de ter bloqueado uma oportunidade de fazer um contrato por um tempo maior. Se você fala não, o jogador fica, mas você corre o risco de não tê-lo mais com motivação”, esclareceu.

Os dias que antecederam o término do prazo para que equipes do exterior adquirissem brasileiros agitou os bastidores do Corinthians. Além do meia Rodriguinho, que teve em mãos uma proposta de empréstimo do Fenerbahçe (TUR), a diretoria do Timão recebeu oferta pelo volante Camacho, titular no empate em 1 a 1 com o Fluminense. Fagner, convocado para a Seleção Brasileira, também foi alvo do mercado europeu.

“Na terça-feira, tivemos propostas por Rodriguinho e Camacho e não liberamos. Em julho, tivemos para o Fagner e não liberamos. O clube sabe o que pode e o que não pode”, frisou o mandatário, que não revelou os interessados na dupla.

Durante as últimas semanas, o clube do Parque São Jorge perdeu Bruno Henrique para o Palermo (ITA), Luciano para o Leganés (ESP), e André e Elias ao Sporting (POR). Após a estreia na Copa do Brasil, Cristóvão comemorou o fim da janela de agosto. “O meu desejo é pro jogador permanecer, mas tendo essas impossibilidades contratuais, dificulta. Ainda bem que a janela fechou, quem foi, foi. Vamos juntos até o fim da temporada”, comentou.

Veja Mais:

  • Corinthians tem missão complicada por vaga na Libertadores

    Resultado da Copa do Brasil complica ainda mais situação do Corinthians rumo à Libertadores

    ver detalhes
  • Guilherme Arana disputará Sul-Americano no Equador

    Corinthianos são convocados para Sul-Americano Sub-20; Jabá fica fora

    ver detalhes
  • Com Luan 'impossível', Timão deve voltar ao mercado para analisar outras opções à defesa

    Sem campeão olímpico, Corinthians monitora novas opções para zaga

    ver detalhes
  • Moisés, de 21 anos, foi um dos destaques do Bahia em 2016

    Destaque do Bahia, lateral faz parte dos planos do Corinthians para 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes