Cotado no Corinthians, Roger é mesmo melhor que Cristóvão? Confira comparação de currículos

Cotado no Corinthians, Roger é mesmo melhor que Cristóvão? Confira comparação de currículos

Por Meu Timão

Cristóvão ou Roger Machado? Confira os currículos dos treinadores

Cristóvão ou Roger Machado? Confira os currículos dos treinadores

Foto: Reprodução

Muitos torcedores do Corinthians se animaram com a demissão de Roger Machado do Grêmio, projetando uma possível saída de Cristóvão Borges do Timão. A repercussão foi tão grande que o diretor-adjunto Eduardo Ferreira foi a público bancar a permanência do atual treinador alvinegro. A questão que fica no ar é: há mesmo uma grande diferença entre os trabalhos dos dois técnicos?

Na tentativa de achar respostas para tal pergunta, o Meu Timão comparou o currículo dos dois treinadores, levando em consideração clubes por onde passaram, tempo que se dedicaram às carreiras de jogador e técnico, resultados expressivos, longevidade de seus trabalhos, aproveitamento em grandes competições, etc.

Em suma, Cristóvão Borges e Roger Machado não possuem números de muita expressão tampouco longevidade em seus trabalhos ao longo de suas ainda curtas carreiras como treinadores. O primeiro é um pouco mais experiente, enquanto o segundo pode se gabar de ter sido indicado por Tite ao Corinthians antes de assumir o comando da Seleção Brasileira.

Títulos

Nenhum dos dois treinadores conquistou nenhuma taça. Isso, contudo, não caracteriza necessariamente um "empate" no duelo entre os dois. Cristóvão Borges é treinador desde 2011, enquanto Roger Machado iniciou sua carreira apenas em 2014. Vale destacar que o atual comandante do Corinthians recebeu o prêmio de melhor treinador do Campeonato Brasileiro de 2011, quando levou o Vasco ao segundo lugar, atrás apenas do Timão.

Como jogadores

Cristóvão Borges atuou profissionalmente por 17 anos, de 1977 a 1994. Defendeu clubes como Bahia, Fluminense, Atlético-PR, Grêmio, Atlético-MG e o próprio Corinthians. Além de estaduais, conquistou a Copa do Brasil de 1989 pelo Grêmio e a Copa América do mesmo ano pela Seleção Brasileira.

Roger Machado teve carreira mais curta e limitada a menos clubes: em 14 anos (1994 a 2008), atuou em Grêmio, Vissel Jobe (Japão) e Fluminense. Conquistou quatro vezes a Copa do Brasil, além de ter sido campeão da Libertadores de 1995 e do Brasileirão de 1996.

Principais trabalhos

A grande marca de Cristóvão Borges como treinador foi ter passado pelo Vasco nas campanhas do Brasileirão de 2011 (vice-campeão), da Copa Sul-Americana de 2011 (eliminado nas semifinais) e da Libertadores de 2012 (eliminado nas quartas de final). Ficou pouco mais de um ano no cargo. O clube carioca foi seu primeiro desafio como técnico efetivado.

Já Roger Machado, após breves passagens por Juventude e Novo Hamburgo, chegou ao Grêmio em maio de 2015, onde ficou por quase um ano e meio. No período, classificou a equipe para a Libertadores de 2016 e venceu de maneira história um Grenal pelo placar de 5 a 0.

Aproveitamento

À frente do Corinthians desde junho, Cristóvão Borges tem aproveitamento questionável no Campeonato Brasileiro, principal competição que a equipe disputa: são oito vitórias, quatro empates e cinco derrotas, totalizando 55% dos pontos ganhos. No ano, se somado seus números no Atlético-PR, tem aproveitamento de 58%.

Na atual edição do Brasileirão, Roger Machado venceu dez jogos, empatou sete e perdeu oito, com aproveitamento de 49,3%. Ao longo de sua passagem pelo Grêmio, os números são de 45 vitórias, 21 empates e 21 derrotas, com 55,5% dos pontos ganhos.

Veja Mais:

  • Camisa a ser usada pelo Corinthians contra o Cruzeiro tem escudo da Chapecoense

    Em ação no Twitter, Corinthians exibe uniforme em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Equipe feminina do Timão foi ao CT Joaquim Grava no início de novembro

    Corinthians renova parceria com Audax e confirma equipe feminina para 2017

    ver detalhes
  • Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    ver detalhes
  • Marlone foi o destaque do treino desta quinta-feira

    Marlone marca, Caíque ganha chance e Oswaldo volta a ensaiar escalação do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes