Cotado no Corinthians, Roger é mesmo melhor que Cristóvão? Confira comparação de currículos

Cotado no Corinthians, Roger é mesmo melhor que Cristóvão? Confira comparação de currículos

Por Meu Timão

4.6 mil visualizações 91 comentários Comunicar erro

Cristóvão ou Roger Machado? Confira os currículos dos treinadores

Cristóvão ou Roger Machado? Confira os currículos dos treinadores

Foto: Reprodução

Muitos torcedores do Corinthians se animaram com a demissão de Roger Machado do Grêmio, projetando uma possível saída de Cristóvão Borges do Timão. A repercussão foi tão grande que o diretor-adjunto Eduardo Ferreira foi a público bancar a permanência do atual treinador alvinegro. A questão que fica no ar é: há mesmo uma grande diferença entre os trabalhos dos dois técnicos?

Na tentativa de achar respostas para tal pergunta, o Meu Timão comparou o currículo dos dois treinadores, levando em consideração clubes por onde passaram, tempo que se dedicaram às carreiras de jogador e técnico, resultados expressivos, longevidade de seus trabalhos, aproveitamento em grandes competições, etc.

Em suma, Cristóvão Borges e Roger Machado não possuem números de muita expressão tampouco longevidade em seus trabalhos ao longo de suas ainda curtas carreiras como treinadores. O primeiro é um pouco mais experiente, enquanto o segundo pode se gabar de ter sido indicado por Tite ao Corinthians antes de assumir o comando da Seleção Brasileira.

Títulos

Nenhum dos dois treinadores conquistou nenhuma taça. Isso, contudo, não caracteriza necessariamente um "empate" no duelo entre os dois. Cristóvão Borges é treinador desde 2011, enquanto Roger Machado iniciou sua carreira apenas em 2014. Vale destacar que o atual comandante do Corinthians recebeu o prêmio de melhor treinador do Campeonato Brasileiro de 2011, quando levou o Vasco ao segundo lugar, atrás apenas do Timão.

Como jogadores

Cristóvão Borges atuou profissionalmente por 17 anos, de 1977 a 1994. Defendeu clubes como Bahia, Fluminense, Atlético-PR, Grêmio, Atlético-MG e o próprio Corinthians. Além de estaduais, conquistou a Copa do Brasil de 1989 pelo Grêmio e a Copa América do mesmo ano pela Seleção Brasileira.

Roger Machado teve carreira mais curta e limitada a menos clubes: em 14 anos (1994 a 2008), atuou em Grêmio, Vissel Jobe (Japão) e Fluminense. Conquistou quatro vezes a Copa do Brasil, além de ter sido campeão da Libertadores de 1995 e do Brasileirão de 1996.

Principais trabalhos

A grande marca de Cristóvão Borges como treinador foi ter passado pelo Vasco nas campanhas do Brasileirão de 2011 (vice-campeão), da Copa Sul-Americana de 2011 (eliminado nas semifinais) e da Libertadores de 2012 (eliminado nas quartas de final). Ficou pouco mais de um ano no cargo. O clube carioca foi seu primeiro desafio como técnico efetivado.

Já Roger Machado, após breves passagens por Juventude e Novo Hamburgo, chegou ao Grêmio em maio de 2015, onde ficou por quase um ano e meio. No período, classificou a equipe para a Libertadores de 2016 e venceu de maneira história um Grenal pelo placar de 5 a 0.

Aproveitamento

À frente do Corinthians desde junho, Cristóvão Borges tem aproveitamento questionável no Campeonato Brasileiro, principal competição que a equipe disputa: são oito vitórias, quatro empates e cinco derrotas, totalizando 55% dos pontos ganhos. No ano, se somado seus números no Atlético-PR, tem aproveitamento de 58%.

Na atual edição do Brasileirão, Roger Machado venceu dez jogos, empatou sete e perdeu oito, com aproveitamento de 49,3%. Ao longo de sua passagem pelo Grêmio, os números são de 45 vitórias, 21 empates e 21 derrotas, com 55,5% dos pontos ganhos.

Veja Mais:

  • Roger fez seu primeiro gol pelo Corinthians

    Corinthians cede empate ao Sport e perde chance de reassumir liderança do Brasileirão

    ver detalhes
  • Corinthiano Mantuan durante jogo contra o Sport, pelo Campeonato Brasileiro

    Fiel 'esquece' Roger e elege dois defensores como craques do Corinthians no empate contra Sport

    ver detalhes
  • Corinthians tropeçou no Sport neste domingo

    Corinthians perde uma posição e vê 'perigoso concorrente' assumir liderança do Brasileirão

    ver detalhes
  • Fábio Carille conversou com a imprensa sobre possível saída do Corinthians

    Carille sobe tom, ataca imprensa, mas confirma sondagem: 'Se chegar proposta, vou pensar'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes