PM detalha conflitos na Arena durante Dérbi; ninguém é detido

PM detalha conflitos na Arena durante Dérbi; ninguém é detido

2.4 mil visualizações 35 comentários Comunicar erro

Torcedores quebraram vidro do setor Norte da Arena

Torcedores quebraram vidro do setor Norte da Arena

Foto: Vinícius Souza/Meu Timão

A Polícia Militar esclareceu os incidentes de violência que marcaram a derrota do Corinthians por 2 a 0 para o Palmeiras, neste sábado, na Arena Corinthians, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. A primeira confusão entre torcedores e policiais foi iniciada após a organizada Gaviões da Fiel erguer uma faixa no setor Norte do estádio.

“Em determinado momento, a torcida Gaviões da Fiel estendeu uma faixa. No momento mais adequado, no intervalo, foi feita uma operação de retirada dessa faixa e os torcedores não aceitaram e investiram contra os policiais. Em uma ação rápida, conseguimos restabelecer e impedir até uma invasão no gramado”, explicou o capitão Valdinei Arcanjo, 2º Batalhão do Choque da Polícia Militar.

Por punição imposta no início do ano, a Gaviões está impedida de acessar estádios paulistas com adereços que a representem. A PM, então, foi até o local e entrou em conflito com a uniformizada.

Já no fim da partida, um novo episódio de violência tomou conta da Arena Corinthians. De acordo com a versão dada pela Polícia, torcedores situados na arquibancada Norte tentaram invadir a Oeste a fim de bater em palmeirenses infiltrados.

“No segundo momento, houve uma tentativa de invasão do setor Norte para o Oeste. Embora não caracterizados, dá para identificar que são torcedores de organizadas, mas não tiverem o objetivo deles atendido por conta da ação da polícia”, destacou. “Na saída, graças a Deus, não teve nenhum incidente”.

“Logo após o segundo gol, os torcedores subiram a arquibancada e tentaram investir no lado Oeste, possivelmente para agredir alguém da diretoria. A diretoria, porém, não fica ali, fica no patamar acima. Alguns policiais ouviram torcedores dizerem que tinham palmeirenses e, por isso, queriam ir lá. Aí tivemos que conter para evitar um problema mais sério”, explicou o capitão.

Há a possibilidade de o Corinthians ser punido pelos incidentes. Recentemente, o Palmeiras, adversário da equipe alvinegra neste sábado, foi penalizado pela briga de seus torcedores com os do Flamengo durante jogo no Mané Garrincha. O time da Barra Funda terá de mandar cinco duelos sem torcida visitante, entre outras determinações.

Segundo Valdinei Arcanjo, nenhuma pessoa envolvida nas duas confusões foi detida. “Nos dois embates, não houve detenção. Tivemos uma detenção de um individuo que estava portando sinalizador, que inclusive no começo foram acendidos vários na torcida organiza Gaviões da Fiel. A faixa foi apresentada também”, finalizou.

Veja Mais:

  • Campeão paulista, Balbuena levantou sua terceira taça como jogador do Corinthians

    Corinthians anuncia renovação de contrato de Balbuena

    ver detalhes
  • Roger pode estrear pelo Timão no domingo, contra o Atlético-MG, fora de casa

    Corinthians com centroavante? Carille prevê chances pontuais a Roger até Copa do Mundo

    ver detalhes
  • Sheik comemora gol sobre Mirassol na Arena; atacante vai a Salvador com Timão

    Com Sheik, sem Renê: veja lista de relacionados do Corinthians para jogo contra o Vitória

    ver detalhes
  • Carille aposta em retorno de trio para surpreender Vitória no Barradão

    Carille arma Corinthians com três mudanças para estreia na Copa do Brasil

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes