Mano Menezes comenta veto de Roberto de Andrade após saída de Tite

Mano Menezes comenta veto de Roberto de Andrade após saída de Tite

Por Meu Timão

Mano Menezes afirma que não tem mágoas de Roberto de Andrade

Mano Menezes afirma que não tem mágoas de Roberto de Andrade

Foto: Divulgação/Cruzeiro

Entre tantos nomes cotados para assumir o comando do Corinthians desde a saída de Tite, um foi descartado logo de cara: Mano Menezes. Apesar de sua história no clube, o presidente Roberto de Andrade vetou a contratação do atual treinador do Cruzeiro.

Na época da saída de Tite, Roberto disse em coletiva que Mano não seria opção enquanto ele fosse presidente do Timão. "Não gostaria. Não quero. Não tem o perfil que gosto", afirmou o mandatário.

Meses depois, Mano Menezes comentou a declaração de Roberto de Andrade e garantiu que não guarda mágoas do mandatário do Timão.

"Futebol não é só mágoa. As pessoas têm suas preferências, ele (Roberto de Andrade) tem todo o direito de ter as dele, assim como eu tenho as minhas, e às vezes não quero assumir um trabalho porque não são as pessoas nas quais confio plenamente", afirmou Mano, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo.

No Cruzeiro, Mano Menezes também garantiu que realmente não foi procurado pelo Corinthians após a saída de Tite. Na ocasião, o treinador estava sem clube e foi pedido por parte da Fiel.

com 54 anos, o técnico já comandou o Corinthians em duas oportunidades: primeiro em 2008, quando venceu a Série B pela equipe, e ficou até 2010, quando saiu para assumir a Seleção Brasileira; e, na segunda passagem, em 2013.

Veja Mais:

  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes