Gestão conturbada deixa Corinthians com apenas um nome na direção do futebol

Gestão conturbada deixa Corinthians com apenas um nome na direção do futebol

Por Meu Timão

Edu Ferreira pediu demissão deixando Alessandro como único nome no futebol

Edu Ferreira pediu demissão deixando Alessandro como único nome no futebol

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Embora negue racha na diretoria, o presidente Roberto de Andrade se vê perdendo um a um os diretores no departamento de futebol. Agora, com a recente saída de Edu Ferreira, apenas um nome restou direção de futebol do clube: o ex-atleta Alessandro Nunes.

Da formação inicial, que contava com Sergio Janikian e Edu Ferreira, Edu Gaspar e Alessandro, apenas o último - antigo coordenador do futebol de base, permanece ao lado de Roberto. As saídas foram levando os remanescentes à cargos mais altos, a medida que os nomes iniciais não eram repostos.

Com a saída de Janikian, ainda em 2015, o gerente de futebol Edu Gaspar assumiu a linha de frente. A experiência contou a favor, mas o ex-jogador acabou deixando o clube ao lado de Tite, rumo à Seleção Brasileira. Assim, o papel ficou com Edu Ferreira, antes do cargo conhecido por seu papel "do outro lado", como proeminente membro das torcidas organizadas.

Na antiga estrutura, o nome de Andrés Sanchez também figurava como o grande chefe do departamento de futebol. O ex-presidente tinha o cargo de superintendente do Departamento de Futebol, e era a quem o então diretor de futebol Sergio Janikian, e o diretor adjunto de futebol, Eduardo Ferreira, deveriam responder.

Com a imagem desgastada, porém, Sanchez evita aparecer, ao menos publicamente, em assuntos que dizem respeito ao futebol no Corinthians. A ausência é tão grande que, durante a apresentação de Oswaldo de Oliveira, Roberto precisou afirmar que sua relação com Andrés é "melhor a cada dia" e reforçou que não há crise interna: "Não tenho problema com ninguém. Ninguém rachou nada com ninguém. Existem divergências de opinião, o que é normal. Isso é só mais um episódio", declarou.

Com racha ou não, fato é que três dos quatro nomes que estiveram na linha de frente do futebol desde que Roberto de Andrade assumiu, já deixaram a função. Veja em detalhes os nomes e os motivos que culminaram com as saídas.

Sergio Janikian

Apenas três meses no Corinthians, Sergio acumulou erros e polêmicas

Apenas três meses no Corinthians, Sergio acumulou erros e polêmicas

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Sergio Janikian assumiu o cargo de diretor de futebol do Corinthians em fevereiro de 2015. Sem experiência com a função, ganhou o cargo mais importante da diretoria, mas não se adaptou. Acumulando declarações polêmicas e erros durante sua passagem, o profissional não conquistou a confiança do torcedor e do elenco corinthiano e deixou o clube um pouco mais de três meses após assumir a função.

Edu Gaspar

Edu Gaspar deixou o cargo em junho deste ano e seguiu para a Seleção

Edu Gaspar deixou o cargo em junho deste ano e seguiu para a Seleção

Foto: Meu Timão

Ex-jogador do Corinthians, Edu Gaspar assumiu o cargo de gerente de futebol após sua aposentadoria nos gramados em 2013. Ficou em evidência como o homem aos microfones, mas seguiu o técnico Tite rumo à Seleção Brasileira, em junho deste ano. Agora ocupa o cargo de coordenador de Seleções da CBF.

Edu Ferreira

Com tensão interna, Edu Ferreira deixou o cargo na direção do Corinthians

Com tensão interna, Edu Ferreira deixou o cargo na direção do Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Mais recente baixa do departamento de futebol do Corinthians, o, agora, ex-diretor adjunto do clube Eduardo Ferreira deixou o clube em outubro deste ano. No cargo deste fevereiro de 2015, a presença de "Edu Gaviões" na diretoria gerava polêmica. Seu nome foi o alvo mais recente de protestos, mas o dirigente justificou a saída pela contratação do técnico Oswaldo de Oliveira. Ferreira não escondeu que era contrário à contratação do treinador, mas foi ignorado pelo presidente Roberto de Andrade.

Alessandro

Único nome da direção de futebol, Alessandro acumula cargos

Único nome da direção de futebol, Alessandro acumula cargos

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Alessandro seguiu o caminho de Gaspar, e permaneceu no clube após aposentar as chuteiras. Começou no clube como coordenador das categorias de base do Timão, mas assumiu o cargo de gerente de futebol após a saída de Edu Gaspar. O profissional iniciou sua caminhada como dirigente do clube alvinegro sendo o quatro na hierarquia da diretoria de futebol do Corinthians, em 2015, atrás de Sergio Janikian, Eduardo Ferreira e Edu Gaspar.

Veja Mais:

  • Sub-20 comemorando título do Corinthians/UNIP no futsal

    Sub-20 conquista título estadual e Corinthians fica perto de fim de ano perfeito no futsal

    ver detalhes
  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes