Líder no Corinthians, Fagner pede grupo fechado e unido para seguir briga no Brasileirão

Líder no Corinthians, Fagner pede grupo fechado e unido para seguir briga no Brasileirão

Por Meu Timão

Fagner falhou no lance do primeiro gol do Cruzeiro

Fagner falhou no lance do primeiro gol do Cruzeiro

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

O Corinthians vive uma situação conturbada dentro de campo. Conforme apontado pela torcida no fórum do Meu Timão, os quatro gols sofridos para o Cruzeiro na derrota por 4 a 2 da noite desta quarta-feira, no Mineirão, foram originados em falhas da defesa alvinegra. E na opinião de um dos líderes do elenco (e da defesa) do Timão, é hora de união e trabalho na equipe.

Em entrevista concedida na zona mista do estádio, cerca de uma hora após o término da partida, o lateral-direito Fagner comentou a eliminação do Corinthians na Copa do Brasil. Ao invés de reclamar da arbitragem como havia feito anteriormente, o camisa 23 analisou a situação do elenco e pediu foco no restante da temporada.

"Melhor forma de gerir [uma eliminação] é continuar trabalhando. Não desacreditar no trabalho que vem sendo feito, não começar a apontar dedo para companheiro. Acho que isso não pode acontecer, coisas de fora não podem entrar", disse.

"A gente tem que se fechar, acreditar cada vez mais no companheiro que está do nosso lado e no próximo fim de semana buscar uma vitória. Fazer um bom jogo é importante para que a gente consiga continuar vivo no Brasileiro", completou.

O próximo desafio do Corinthians está marcado já para este domingo, contra o Flamengo, no Maracanã. O duelo tem grande expectativa pois, além de marcar o encontro do Timão com o vice-líder do Brasileirão, também será o primeiro do estádio carioca após os Jogos Olímpicos.

Veja Mais:

  • Corinthians/Americana pode não voltar a quadra no segundo semestre

    Campeão nacional, Corinthians/Americana chega ao fim, diz jornal

    ver detalhes
  • De promessa a dispensado: ex-Corinthians, Cassini comunica saída da Ponte Preta

    De promessa a dispensado: ex-Corinthians, Cassini comunica saída da Ponte Preta

    ver detalhes
  • Cicinho, hoje no futebol búlgaro, deve pintar como reforço do Corinthians

    Final da Copa da Bulgária separa Corinthians de segunda contratação para o Brasileirão-2017

    ver detalhes
  • Pequeno torcedor conheceu também o xeque Al-Khelaifi, dono do clube francês

    Em Paris, torcedor-mirim surpreende xeique do PSG e pede contratação de atacante do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes