Vazamento de água sob Arena vira problema para Odebrecht

Vazamento de água sob Arena vira problema para Odebrecht

Por Meu Timão

Vazamento de água no subsolo pode causar até deslizamento de terra, segundo jornal

Vazamento de água no subsolo pode causar até deslizamento de terra, segundo jornal

Foto: Site oficial da Arena

A Arena Corinthians voltou, nesta terça-feira, a ser destaque no noticiário esportivo por conta dos erros da Odebrecht, empreiteira responsável pela execução das obras do estádio. Uma auditoria interna do Timão estuda as consequências de um grande vazamento de água no estacionamento do estádio. A informação é do jornal Folha de S.Paulo.

O incidente foi descoberto em junho, um ano depois de a Sabesp alertar a administração da Arena a respeito do consumo de água em excesso. Segundo a publicação, há receio de que o problema estrutural possa causar um deslizamento de terra até a avenida Radial Leste.

Recentemente, após vazamento de e-mails sobre obras inacabadas da Odebrecht no estádio alvinegro, o Meu Timão procurou Anibal Coutinho, arquiteto autor do projeto da Arena. De acordo com o profissional, as mensagens, trocadas com Roberto de Andrade, presidente do clube, Andrés Sanchez, ex-superintendente de futebol, e outros envolvidos, não possuíam caráter de fiscalização contra a companhia.

“Eu sou contratado pelo Corinthians para relatar as ocorrências da obra e não para fiscalização. O Corinthians tinha uma fiscalização. Eu sou obrigado, e faço isso em qualquer obra que trabalho, a relatar todas as coisas que fujam da normalidade. Como a obra terminou, a construtora foi embora e o Corinthians ficou sem estrutura de engenharia e fiscalização, eu comecei a repassar os e-mails diretamente para o presidente”, relatou.

O vazamento, de mais de 10 milhões de litros d'água, não é o único contratempo encontrado pelo Corinthians em seu estádio. Em fevereiro, por exemplo, parte do forro de gesso e madeira instalada no setor Oeste se desprendeu da laje de concreto. O desabamento, que ocupou uma área de cerca de 50 metros quadrados, não deixou feridos. À época, a Odebrecht informou que a nova estrutura seria reforçada para suportar o forro.

Veja Mais:

  • Jô passou em branco nesta noite de quinta, diante do Grêmio

    Corinthians não cria, apenas empata com Grêmio na Arena, mas mantém vantagem na liderança

    ver detalhes
  • Kazim discutiu com torcedor do Corinthians durante aquecimento

    Kazim discute com torcedor na Arena Corinthians durante duelo contra Grêmio

    ver detalhes
  • Pablo usou suas redes sociais para soltar comunicado sobre seu desempenho no Corinthians

    Pablo desabafa em rede social sobre desempenho no Corinthians e afirma: 'Ninguém vai tirar meu foco'

    ver detalhes
  • Alessandro explicou que avaliação de Carille e comissão vai decidir futuro de Romão

    Alessandro elogia lateral emprestado pelo Corinthians, mas não garante utilização em 2018

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes