Rodriguinho cobra 'vontade' por Libertadores e responde provocação rival

Rodriguinho cobra 'vontade' por Libertadores e responde provocação rival

Rodriguinho concedeu entrevista coletiva nesta quarta-feira

Rodriguinho concedeu entrevista coletiva nesta quarta-feira

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A goleada por 4 a 0 para o São Paulo ainda é assunto no Corinthians. Um dos capitães do elenco e remanescente do elenco hexacampeão brasileiro, o meia Rodriguinho voltou a lamentar a atuação da equipe alvinegra no último sábado, quando sofreu uma das piores derrotas da temporada.

“Digerir não, a gente está muito chateado com o que aconteceu, culpa nossa também. A equipe fez uma das piores partidas do ano. Mas temos que arcar com as consequências, trabalhar bastante pra que isso não volte a acontecer. É tentar melhorar, estamos precisando, temos consciência de que temos de melhorar. Se queremos buscar nosso objetivo, que é a Libertadores, não podemos repetir uma atuação como essa”, afirmou Rodriguinho em entrevista coletiva no CT Joaquim Grava.

Sincero, o meio-campista celebrou a boa fase na carreira: são dez gols marcados no ano, marca inferior apenas à de Ángel Romero, que tem 15. Para o jogador, porém, é necessário que o Timão se esforce mais para conquistar uma vaga no G6, hoje a ponto de distância.

“A gente teve um ano todo muito difícil, até com o Tite a equipe deu uma oscilada. Não conseguimos encontrar uma melhor forma de jogar, encantar, como todo mundo esperava. Temos trabalhado pra que as coisas possam acontecer, mas infelizmente não deu liga. A gente tem que, no mínimo, buscar, trabalhar pra que essa Libertadores venha. Não sei de que forma, estamos tentando fazendo tudo que é possível. O ano de 2017 tem que ser diferente desse ano, e essa vaga na Libertadores é importante para que a gente tenha um ano melhor do que esse”, explicou o camisa 26, que cobrou vontade dos companheiros.

“Eu acho que a gente tem se doar um pouco mais, demonstrar um pouco mais de vontade. Às vezes as coisas não acontecem como a gente quer, e um erro de arbitragem acaba tirando o jogador do sério. Está acontecendo no Campeonato Inteiro, não só com a gente, acaba tirando do sério um pouco. Jogo do São Paulo ninguém foi expulso, acho que não falta tranquilidade. Faltam outras coisas, mas tranquilidade, não”.

Antes de deixar a sala de imprensa, Rodriguinho foi questionado a respeito da provocação do São Paulo – o clube divulgou um vídeo em suas redes sociais no qual o meia Wesley faz um sinal de quatro dedos com a mão, durante o Desafio do Manequim (ou #mannequinchallenge). Para o corinthiano, outra goleada permanece em sua memória.

“Deixa eles aproveitarem, né? O futebol ficou meio chato em relação a isso, ninguém pode brincar, zoar. Eu lembro de um 6 a 1 também até hoje, então deixa eles aproveitarem também. Cada um aproveita na sua hora e está tudo certo”, finalizou.

Veja Mais:

  • Oswaldo divulgou lista de relacionados do Corinthians

    Com apenas um desfalque, Corinthians divulga lista de relacionados para enfrentar Cruzeiro

    ver detalhes
  • Corinthians imagina que receberá propostas por Yago e Balbuena

    Corinthians estuda vender zagueiro e intensifica busca por contratação defensiva

    ver detalhes
  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Sub-20 comemorando título do Corinthians/UNIP no futsal

    Sub-20 conquista título estadual e Corinthians fica perto de fim de ano perfeito no futsal

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes