Corinthians planeja gastar 80% a menos com contratações em 2017

Corinthians planeja gastar 80% a menos com contratações em 2017

Por Meu Timão

66 mil visualizações 322 comentários Comunicar erro

Roberto de Andrade participou de reunião do Conselho Deliberativo desta quinta-feira

Roberto de Andrade participou de reunião do Conselho Deliberativo desta quinta-feira

Foto: Marcelo Machado/Ag. Corinthians

Fora da Copa Libertadores da América, o Corinthians terá recursos bem limitados para investir em sem elenco na próxima temporada. O Timão planeja gastar apenas R$ 13 milhões com reforços, quantia correspondente a menos de 80% do valor desembolsado pela atual diretoria em 2016.

A previsão foi apresentada pelo departamento financeiro do clube em reunião com membros do Conselho Deliberativo, realizada na noite desta quinta-feira, no Parque São Jorge. Em contrapartida, o Corinthians calcula arrecadar R$ 62 milhões com o repasse de direitos econômicos (venda de atletas).

Em comparação com 2016, as pretensões do Timão não são nada otimistas. O desmanche de janeiro contribuiu para que a agremiação embolsasse R$ 144 milhões com negociações, enquanto a quantia investida pelo clube foi de R$ 69 milhões.

Para a torcida alvinegra, aliás, tais R$ 69 milhões não representaram reforços significativos dentro de campo. Giovanni Augusto e Marquinhos Gabriel, duas das contratações da diretoria para a Libertadores 2016, não vingaram e terminaram a temporada no banco de reservas.

A previsão orçamentaria para 2017 ainda prevê receita total de R$ 279 milhões e saídas de R$ 275 milhões. Vale destacar, no entanto, que as cifras sofrem muitas alterações ao longo dos meses – a efeito de comparação, Roberto de Andrade & cia. planejavam injetar somente R$ 10 milhões no departamento de futebol. Em relação às vendas, a intenção era ganhar R$ 45 milhões (quase R$ 100 milhões a menos).

Em tempo: a votação da aprovação da previsão orçamentária não ocorreu nesta quinta. A pedido de Roberto, a documentação será adequada às normas do Programa de modernização da gestão e de responsabilidade fiscal do futebol brasileiro (Profut) e posteriormente levada aos conselheiros.

Veja mais em: Roberto de Andrade, Impeachment e Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Torcedor apaixonado pelo Corinthians, Senna é inspiração de novo uniforme

    Nova terceira camisa do Corinthians ganha data de lançamento

    ver detalhes
  • Prejudicado pela arbitragem, Timão empatou com Internacional na Arena Corinthians

    Confira a posição do Corinthians ao fim da 26ª rodada do Brasileirão-18

    ver detalhes
  • Jogadores ficarão concentrados no CT por dois dias

    Corinthians antecipa concentração no CT antes de semifinal contra o Flamengo

    ver detalhes
  • Desfalques por suspensão contra Internacional, Ralf treinou no CT do Corinthians

    Com reservas em ação, Corinthians dá início a preparação para decisão na Copa do Brasil

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes