Gestor explica por que a Arena Corinthians 'perde' dos rivais na realização de eventos

Gestor explica por que a Arena Corinthians 'perde' dos rivais na realização de eventos

Por Meu Timão

6.1 mil visualizações 92 comentários Comunicar erro

O festival Sons da Rua, no estacionamento da Arena, reuniu cerca de 15 mil pessoas

O festival Sons da Rua, no estacionamento da Arena, reuniu cerca de 15 mil pessoas

Foto: Reprodução/Twitter

Sucesso de público nos jogos de futebol, a Arena Corinthians ainda sofre com a baixa utilização de seu espaço para diferentes eventos - como a realização de um tour. Comparado aos estádios dos rivais Palmeiras e São Paulo, o Timão fica muito atrás no quesito.

De acordo com reportagem publicada pelo jornal Estado de S.Paulo, o Allianz Parque recebeu 418 mil espectadores em eventos não relacionados a futebol em 2016; o Morumbi, 200 mil. Conforme anunciado pelo Corinthians no mês passado, 50 mil pessoas foram atraídas à Arena em eventos corporativos, festivais musicais e palestras.

A intenção do Corinthians, obviamente, é alavancar esse número para os próximos anos - a utilização do estádio além do futebol é vista como essencial para o pagamento das próprias contas do empreendimento. Gestor da Arena, Lúcio Blanco explicou, contudo, que a prioridade é não prejudicar o esporte bretão, que, afinal, é o "carro-chefe" do negócio.

"Nossa prioridade é não atrapalhar o time, não fazer com que ele tenha que jogar em outro estádio por causa de um evento", disse.

No entendimento de Blanco, a dificuldade do Corinthians, nos últimos anos, de conseguir atrair eventos para a Arena se deve a dois motivos primordiais: suposto "pré-conceito" das empresas e demais pessoas que buscam espaço para a realização de shows e palestras e demora para o encerramento das obras do estádio.

"Estamos em busca de prospectar o mercado e mostrar para as pessoas o que podemos oferecer, o temos de estrutura. O que vejo é um certo 'pré-conceito' com a arena, principalmente pela localização, pelo que ouvem falar", falou.

"Para a Copa foram construídas estruturas temporárias. Depois, foi mais um ano e meio para concluir o restante. Então, praticamente só em 2016 começamos a ficar prontos para receber eventos", completou.

Veja mais em: Arena Corinthians.

Veja Mais:

  • Jogadores comemoraram o gol de Vital; o camisa 22 foi discreto, em respeito ao ex-clube

    Vital cumpre lei do ex, Corinthians vence Vasco e respira no Brasileirão

    ver detalhes
  • Spider Fit foi inaugurada nesse sábado, antes do jogo contra o Vasco

    Arena Corinthians inaugura Spider Fit, primeira academia do lutador Anderson Silva no Brasil

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez posou ao lado de Ronaldo, Kia Joorabchian e familiares de Marquinhos

    Presidente do Corinthians se encontra com Ronaldo, Kia e família de Marquinhos em Londres

    ver detalhes
  • VÍDEO: A EMOCIONANTE HISTÓRIA DE RALF | #101

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes