Palmeiras utiliza 'tática de Andrés Sanchez' para atrapalhar Valdívia no Corinthians

Palmeiras utiliza 'tática de Andrés Sanchez' para atrapalhar Valdívia no Corinthians

Por Meu Timão

21 mil visualizações 108 comentários Comunicar erro

Valdivia interessa ao Corinthians

Valdivia interessa ao Corinthians

Foto: Ricardo Duarte/Inter

Por que o Palmeiras quer Valdívia com tantos jogadores em seu elenco? A pergunta está sendo feita em diversos programas de rádio e televisão. E a explicação está no próprio Corinthians, que pode ser prejudicado com essa tentativa do maior rival de contratar o atleta do Internacional. Na verdade, está num ex-presidente alvinegro.

Trata-se de Andrés Sanchez, que tinha como uma de suas táticas exatamente a de atrapalhar um adversário mesmo quando não tinha tanto interesse nem necessidade de contratar. Não foram poucas as vezes que, diante da boa situação financeira do clube na ocasião, o ex-presidente tentou trazer "x" ou "y" apenas pelo prazer de não deixar o outro contratar e/ou não deixar o rival se reforçar.

Foi assim, por exemplo, que o argentino Martínez trocou o Santos pelo Corinthians quando estava praticamente certo com a equipe da Baixada - na ocasião, o elenco tinha Emerson Sheik, Romarinho, Guerrero, entre outros. Edenílson, que tinha sido destaque do Caxias do Sul e estava acertado com o Internacional, foi parar no Parque São Jorge quando Andrés Sanchez resolveu intervir. O volante Guilherme Torres, que estava na Portuguesa e pertencia ao Londrina, foi outro que foi trazido após ser atravessado pelo Corinthians.

E mais: Giovanni Augusto pode melar vinda de Valdívia ao Parque São Jorge

Andrés Sanchez atravessava negociações até mesmo quando não tinha interesse e/ou condições de trazer. Foi assim, por exemplo, que o Corinthians 'tentou' contratar Paulo Henrique Ganso. Na ocasião, o São Paulo acabou levando o meia do Santos. Questionado sobre ter sido derrotado, o ex-presidente do Timão confessou que tinha entrado na briga apenas para elevar os valores a serem pagos pelo rival.

E é exatamente isso que acontece neste momento. O Palmeiras sabe que Valdívia não teria tanto espaço para jogar, mas sabe mais ainda que o meia-atacante pode ser um bom reforço para o maior rival. A briga do clube patrocinado pela Crefisa com o Flamengo por Éverton Ribeiro é na mesma linha: não deixar o rival se reforçar é tão importante quanto se reforçar.

Veja mais em: Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Fábio Carille exibe a taça de heptacampeão brasileiro; treinador seguirá carreira na Ásia

    Fábio Carille deixa Corinthians e acerta com Al-Wehda, da Arábia Saudita

    ver detalhes
  • Osmar Loss (à esq.) sucede Carille no comando técnico do Corinthians

    Osmar Loss assume Corinthians após saída de Carille; estreia acontece nesta quinta

    ver detalhes
  • Carille, agora ex-Corinthians, acertou com Al-Wehda, do mundo árabe

    Corinthians divulga vídeo de agradecimento a Carille

    ver detalhes
  • Titulares do Corinthians foram a campo nesta terça-feira

    Titulares vão a campo, mas Carille não esboça time; jovem ganha atenção especial no fim do treino

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes