Palmeiras utiliza 'tática de Andrés Sanchez' para atrapalhar Valdívia no Corinthians

21 mil visualizações 102 comentários

Por Meu Timão

Valdivia interessa ao Corinthians

Valdivia interessa ao Corinthians

Ricardo Duarte/Inter

Por que o Palmeiras quer Valdívia com tantos jogadores em seu elenco? A pergunta está sendo feita em diversos programas de rádio e televisão. E a explicação está no próprio Corinthians, que pode ser prejudicado com essa tentativa do maior rival de contratar o atleta do Internacional. Na verdade, está num ex-presidente alvinegro.

Trata-se de Andrés Sanchez, que tinha como uma de suas táticas exatamente a de atrapalhar um adversário mesmo quando não tinha tanto interesse nem necessidade de contratar. Não foram poucas as vezes que, diante da boa situação financeira do clube na ocasião, o ex-presidente tentou trazer "x" ou "y" apenas pelo prazer de não deixar o outro contratar e/ou não deixar o rival se reforçar.

Foi assim, por exemplo, que o argentino Martínez trocou o Santos pelo Corinthians quando estava praticamente certo com a equipe da Baixada - na ocasião, o elenco tinha Emerson Sheik, Romarinho, Guerrero, entre outros. Edenílson, que tinha sido destaque do Caxias do Sul e estava acertado com o Internacional, foi parar no Parque São Jorge quando Andrés Sanchez resolveu intervir. O volante Guilherme Torres, que estava na Portuguesa e pertencia ao Londrina, foi outro que foi trazido após ser atravessado pelo Corinthians.

E mais: Giovanni Augusto pode melar vinda de Valdívia ao Parque São Jorge

Andrés Sanchez atravessava negociações até mesmo quando não tinha interesse e/ou condições de trazer. Foi assim, por exemplo, que o Corinthians 'tentou' contratar Paulo Henrique Ganso. Na ocasião, o São Paulo acabou levando o meia do Santos. Questionado sobre ter sido derrotado, o ex-presidente do Timão confessou que tinha entrado na briga apenas para elevar os valores a serem pagos pelo rival.

E é exatamente isso que acontece neste momento. O Palmeiras sabe que Valdívia não teria tanto espaço para jogar, mas sabe mais ainda que o meia-atacante pode ser um bom reforço para o maior rival. A briga do clube patrocinado pela Crefisa com o Flamengo por Éverton Ribeiro é na mesma linha: não deixar o rival se reforçar é tão importante quanto se reforçar.

Veja mais em: Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Corinthians conquista Libertadores pela primeira vez em 4 de julho de 2012

    Corinthians batia Boca Juniors e conquistava Libertadores há exatos oito anos; relembre o feito

    ver detalhes
  • Fabinho, último da esquerda para a direita, fez a jogada que resultou no gol de Tupãzinho

    Campeão em 90 vibra com nova camisa do Corinthians e lembra: 'Foi na base de muita raça'

    ver detalhes
  • Suposta nova camisa do Corinthians viralizou nas redes sociais

    Suposta imagem da nova camisa do Corinthians vaza na internet; Fiel questiona homenagem

    ver detalhes
  • Bruno Bertucci e Lulinha atuaram juntos no profissional do Corinthians

    'Famosa geração Lulinha': ex-Corinthians lembra 'Timãozinho 90' e faz comparação com Dentinho

    ver detalhes
  • Modernizar o futebol não é questão de gosto, é de sobrevivência

    [Danilo Augusto] Modernizar o futebol não é questão de gosto, é de sobrevivência

    ver detalhes
  • Elenco passou por primeiro trabalho posicional após retorno

    Corinthians faz primeiro trabalho posicional após retorno dos treinos; veja fotos

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: