Jabá lembra virada épica do Corinthians sobre Internacional e cita até preconceito sulista

4.6 mil visualizações 22 comentários

Jabá adotou seriedade para falar sobre rivalidade entre Corinthians e Internacional

Jabá adotou seriedade para falar sobre rivalidade entre Corinthians e Internacional

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians enfrenta o Internacional nas duas próximas quartas-feiras em duelos válidos pela quarta fase da Copa do Brasil. A recente rivalidade construída entre os dois clubes foi assunto nas entrevistas coletivas concedidas nesta segunda-feira pelos jovens Léo Jabá e Pedrinho, no Parque São Jorge, durante evento de Páscoa com crianças do projeto Time do Povo.

Quem mais falou sobre a rivalidade entre os clubes foi Léo Jabá. O atacante, que integra o elenco profissional do Corinthians desde o ano passado, citou até mesmo uma virada épica do Timão sobre o Internacional, pelas semifinais do Brasileirão Sub-20 de 2016, para exemplificar o tamanho da rixa entre as equipes - na ocasião, ele estava "emprestado" pelo técnico Cristóvão Borges ao time comandado por Osmar Loss.

"Essa rivalidade vem até da base ultimamente, nesses dois últimos anos era o Inter toda fase. Agora mesmo na Copa do Brasil (de 2017), se passar do Náutico, pega o Inter (...) Marcante teve a classificação nossa para a final. Eles ganharam lá de 1 a 0 e a gente aqui tinha que ganhar de 2 a 0. Aí estávamos ganhando de 1 a 0 até os 45 minutos (do segundo tempo), o Carlinhos fez aos 46 e nos classificamos para a final", destacou.

"Sabemos que a rivalidade é forte, porque o pessoal do Sul não gosta da gente de São Paulo, tem esse preconceito, né? Mas sabemos que será um jogo truncado, é ter paciência. A rivalidade é grande", completou.

Pedrinho, que cresceu em Maceió, alegou que não acompanhava muito o futebol paulista durante sua infância e sua adolescência. Assim, não ficou tão por dentro da recente rivalidade entre Corinthians e Internacional, aflorada em episódios como o do rebaixamento alvinegro em 2007 e a "polêmica do DVD" na Copa do Brasil de 2009.

"Eu era pequeno, e até pelo fato de estar em Maceió não acompanhava muito o futebol daqui. Eu treinava, estudava e não tinha condição de vivenciar o futebol daqui, porque lá só passa futebol carioca", argumentou.

Veja mais em: Léo Jabá, Pedrinho e Copa do Brasil.

Veja Mais:

  • Banco BMG deve mudar as cores de seu logo no novo uniforme do Corinthians

    Patrocinador desafia torcida do Corinthians e condiciona logotipo preto e branco a novas contas

    ver detalhes
  • Corinthians ficou no empate por 1 a 1 com o Ituano no último compromisso antes da paralisação

    Governador de São Paulo indica prazo para anunciar retorno do Paulistão; saiba previsão

    ver detalhes
  • VÍDEO: Nova camisa do Corinthians não é só no futebol: olha essa história do Free Fire do Timão

    ver detalhes
  • Manhã foi de trabalhos coletivos no CT Joaquim Grava

    Tiago Nunes comanda trabalhos coletivos em reapresentação do Corinthians após folga; veja fotos

    ver detalhes
  • Gabriel Pereira vem treinando com os profissionais do Corinthians

    Técnico que trouxe Gabriel Pereira ao Corinthians analisa chegada do meia ao profissional

    ver detalhes
  • Elenco trabalha com bola desde a última quarta-feira

    Corinthians inicia segunda semana de trabalhos com bola no CT; relembre como foram primeiros dias

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: