Após fechar com Corinthians errado, boliviano ganha chance em time de Pernambuco

163 mil visualizações 33 comentários

Por Meu Timão

Richar Vela havia anunciado acerto com o Corinthians no último mês de março

Richar Vela havia anunciado acerto com o Corinthians no último mês de março

Reprodução/TV

Depois de ter fechado contrato com o Corinthians de Presidente Prudente, do interior de São Paulo, o goleiro boliviano Richar Vela ganhou uma chance no futebol de Pernambuco. O jogador de 19 anos começou a treinar no América-PE, que disputa a Primeira Divisão do Campeonato Pernambucano e se encontra na Série D do Campeonato Brasileiro. A informação é do Uol Esportes.

No último mês de março, em um programa da televisão da Bolívia, Richar chegou a anunciar o seu acerto com o Corinthians. Na ocasião, em contato com o Meu Timão, o clube negou qualquer negócio envolvendo tanto o departamento profissional quanto o de categorias de base. Mais tarde, foi revelada a confusão entre o time do Parque São Jorge com o de Presidente Prudente.

Segundo o portal, o clube de Pernambuco garantiu que o jovem atleta contará com todo o apoio necessário após sua passagem frustrada no futebol paulista. Gestor do América-PE, Sílvio Nascimento afirmou que irá ajudar Richar a tirar documentos no Brasil, já que o goleiro veio de ônibus para o país apenas com identidade.

"Ele precisa de documentos para jogar. Ele poderia jogar amistosos, mas para atuar profissionalmente não, ele não tem contrato. Ele vai na Polícia Federal na segunda-feira. Nós vamos tirar os documentos dele. Ele tem identidade, mas para jogar precisa de visto e passaporte. Estamos fazendo tudo para ele", garantiu o dirigente.

Silvio ainda admitiu que o goleiro boliviano chegou a Olinda após um acordo do clube com o agente Wellington Belchior, que atua tanto na Bolívia quanto no Brasil, que utilizava o codinome “Renato” durante as tratativas. Ele cobrou US$ 4 mil (cerca de R$ 12 mil) por Richar antes da viagem, mas devolveu o dinheiro na última quinta-feira.

"O acordo foi de ele mandar o dinheiro das despesas dele. Ele me pediu um favor e pedi outro favor. Cada garoto aqui custa entre R$ 1,5 mil, R$ 2 mil por mês. Ele me falou que me ajudaria, mas não falou em valores. Ele está sendo bem tratado, estou tratando a mãe dele como se fosse minha mãe. Vou cumprir minha palavra e manter o garoto aqui”, confirmou.

De acordo com o dirigente, o jovem boliviano irá treinar nas categorias de base do América-PE antes de uma possível chance entre os profissionais. “Ele veio com a ideia de jogar no profissional. Eu falei para ele treinar e mostrar no campo. Ele está treinando no sub-20”, finalizou.

Após a confusão entre o Corinthians de Presidente Prudente e o Corinthians Paulista, Richar Vela encontrou outros cinco bolivianos no interior de São Paulo – todos eles então levados à cidade pelo agente Wellington. O goleiro embarcou para Recife após 20 dias.

Veja mais em: Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Luan, que estava com dores no adutor, treinou separadamente com o preparador físico Flávio de Oliveira

    Luan vai a campo e Corinthians faz treino tático focado no América-MG; veja provável escalação

    ver detalhes
  • No Sport, Sylvinho foi braço direito de Mancini

    Sylvinho x Mancini: veja o comparativo dos comandantes no Corinthians; dupla se enfrenta domingo

    ver detalhes
  • Corinthians superou o Figueirense na Fazendinha

    Corinthians volta a vencer e segue vivo no Brasileirão de Aspirantes

    ver detalhes
  • Corinthians segue invicto no Paulistão Sub-20

    Corinthians empata com o Nacional fora de casa e segue invicto no Paulista Sub-20

    ver detalhes
  • Corinthians quitou parte da dívida com a base

    Corinthians quita parte da dívida com jogadores da base

    ver detalhes
  • Com decisão do STJD, a rodada deste final de semana está confirmada

    STJD derruba liminar após pressão dos clubes e próxima rodada do Brasileirão está mantida

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x