Por escalação irregular contra Corinthians, Náutico é excluído da Copa do Brasil Sub-20

Por escalação irregular contra Corinthians, Náutico é excluído da Copa do Brasil Sub-20

144 mil visualizações 48 comentários Comunicar erro

Timão foi eliminado pelo Náutico, que agora é excluído por escalação irregular

Timão foi eliminado pelo Náutico, que agora é excluído por escalação irregular

Matheus Raposo/Comunicação CNC

A eliminação do Corinthians da Copa do Brasil Sub-20, ocorrida no último dia 11, após derrota por 2 a 0 para o Náutico, voltou a ganhar repercussão na noite desta segunda-feira, mas por um motivo negativo para o lado pernambucano. A equipe de Recife foi excluída da competição de juniores por conta da escalação irregular do volante Samuel diante do Timão.

O jogador deveria ter cumprido suspensão na segunda partida da primeira fase da Copa do Brasil pois havia sido expulso na penúltima rodada da Série C do Campeonato Brasileiro de 2016, no qual defendeu as cores do Guaratinguetá.

A decisão de eliminar o Náutico do campeonato já foi publicada pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). “Por unanimidade de votos, multar o Clube Náutico Capibaribe em R$1.000,00 (hum mil reais) mais a exclusão da competição, por infração ao Art. 214 do CBJD C/C Art.51 parágrafo único do RGC/CBF-2017. Determinando o prazo de 07 (sete) dias o cumprimento da obrigação pecuniária, sob pena do Art. 223 do CBJD.”

Apesar de o atleta ter enfrentado o Corinthians e, portanto, burlado o regulamento geral de competições da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), dificilmente a equipe do Parque São Jorge ocupará a vaga do Náutico. A tendência é a Chapecoense, que disputou o primeiro duelo da segunda fase com o time pernambucano, seguir à próxima etapa.

“Vamos entrar com um efeito suspensivo no pleno do STJD. Vamos entrar logo amanhã (terça-feira), porque o segundo jogo com a Chapecoense é na quarta-feira. Iremos levar a tese de que ele foi punido em uma competição profissional e não amadora”, afirmou o vice-presidente jurídico do Náutico, Bernardo Wanderley, ao site Ne10.

Samuel estava regularizado para ir a campo no embate de ida (0 a 0) com o Corinthians, no estádio do Arruda, porém não atuou. Ainda assim, a ausência do volante não configura que o mesmo cumpriu suspensão. De acordo com a CBF, um jogador possui condições de jogo apenas 24 horas depois de ter o nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID), o que não ocorreu.

Segundo apurou o Meu Timão, o caso é analisado pelo departamento jurídico do Corinthians, que decidirá qual providência tomar a respeito. O clube busca informações para saber se há como recorrer da eliminação no tribunal.

O QUE DIZ O REGULAMENTO DA COPA DO BRASIL SUB-20?

Art. 51 - Ao verificar que um clube incluiu na partida atleta sem condição legal, a DCO encaminhará notícia da infração ao STJD.

Parágrafo único - Em competição eliminatória (mata-mata), para fins de aplicação de pena pelo STJD, não se considerará pontuação, devendo o clube responsável pela irregular atuação de atletas, ser excluído da competição.

Atualização - 19h08

O Náutico obteve o efeito suspensivo no fim da tarde desta segunda-feira e adiou a partida de volta frente à Chapecoense, que ocorreria na quarta. O confronto foi reagendado para o dia 11 de maio, quando o pleno do STJD se reunirá.

Veja mais em: Base do Corinthians.

Veja Mais:

  • Tem clássico! Timão e São Paulo decidem na terça vaga à semifinal da Copa RS

    Corinthians faz clássico contra São Paulo nas quartas da Copa RS

    ver detalhes
  • Rosenberg chamou Leila Pereira de 'imperadora' do Palmeiras e ironizou Allianz: 'Pneu deitado'

    Diretor do Corinthians ironiza Palmeiras e diz que 'Fiel não aceitaria imperadora'

    ver detalhes
  • Corinthians e Internacional se enfrentaram pela liderança do Grupo B da Copa RS

    Corinthians vai bem, mas cede empate para Internacional e deixa escapar liderança na Copa RS

    ver detalhes
  • 'Não sei por que fazem tanto romance em torno disso', declarou Rosenberg sobre dívida pela Arena

    Rosenberg atualiza dívida do Corinthians pela Arena: 'Na pior das hipóteses, deve R$ 650 milhões'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes