Cássio comemora relação com Mauri Lima e diz que desentendimento ficou no passado

Cássio comemora relação com Mauri Lima e diz que desentendimento ficou no passado

Por Meu Timão

Cássio e o preparador de goleiros Mauri em treino no CT Joaquim Grava

Cássio e o preparador de goleiros Mauri em treino no CT Joaquim Grava

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Goleiro titular do atual líder do Campeonato Brasileiro, Cássio conta com o auxílio de um profissional que o conhece como poucos dentro do Corinthians: Mauri Lima, ex-arqueiro, hoje preparador do clube. Em entrevista coletiva concedida nesta tarde de quinta-feira, no CT Joaquim Grava, o camisa 12 falou da relação de amizade e respeito que mantém com o especialista. O desentendimento ocorrido entre os dois em 2016, aliás, ficou no passado.

"A relação com o Mauri é muito boa, vivemos muito mais coisas boas do que ruins. Temos defeitos, cometemos erros. Ano passado tivemos um desentendimento, mas foi resolvido. Nos acertamos com o maior respeito. Há seis anos trabalhamos juntos, não tem isso de acomodação. É por isso que estou há seis anos aqui. Senão teria caído de produção”, disse Cássio.

Leia também:
Cássio desconversa sobre saída de Walter e aponta qualidade de goleiros no Corinthians
Com uma novidade e jovens da base, Corinthians se reapresenta de olho no Coritiba
Balbuena fez preleção emocionante antes de vitória do Corinthians: 'Deixamos família em casa'

No início do Brasileirão 2016, ao ser sacado do time titular para a entrada de Walter, Cássio recebeu críticas de Mauri. O preparador de goleiros chegou a afirmar que o camisa 12 havia deixado baixar o nível técnico de outrora, o que rendeu oportunidades ao seu reserva imediato. Cássio, à época, reprovou a declaração do treinador e considerou a hipótese de deixar o clube. Hoje, ele garante estar focado no Corinthians.

"Estou bem. Nossa cabeça é nosso guia, hoje estou tranquilo dentro e fora de campo, procuro me entregar 100% ao trabalho. Com a ajuda do Mauri na preparação, dos meus companheiros, é uma coisa importante. O treinador me passa confiança. Desde o momento em que cheguei esse ano, ele passou isso. Falou que eu seria o titular. Isso faz muita diferença”, valorizou o jogador, que foi titular na vitória sobre o Cruzeiro e nem por isso deixou de participar do treinamento desta quinta, que só contou com atletas reservas – com exceção do goleiro de 1,95m.

"Não temos muito tempo para trabalhar os goleiros, então temos de estar sempre trabalhando, ganhando velocidade. Temos sequência de jogos de quarta, domingo. Eu e Mauri não nos damos ao luxo de ter uma folguinha. Prefiro treinar hoje (quinta-feira), amanhã bate um cansaço maior das 48 horas. Amanhã dá uma segurada para estar 100% no jogo”, finalizou.

Corinthians e Coritiba medem forças neste domingo, às 11h (de Brasília), no Couto Pereira, pela oitava rodada do Brasileirão.

Veja mais em: Cássio, Walter e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • No último mês de janeiro, Timão foi decacampeão da Copinha

    128 equipes, 32 grupos, um campeão: Corinthians conhece sede e adversários da Copinha 2018

    ver detalhes
  • Fagner é titular absoluto da lateral direita no Corinthians

    Fagner anuncia renovação com Corinthians: 'Não estou na idade de ficar arriscando'

    ver detalhes
  • Romero e Danilo participaram do treino desta quarta-feira no CT Joaquim Grava

    Curinga suspenso, pacotão de baixas e escalações alternativas: a reapresentação do Corinthians

    ver detalhes
  • Sub-17 do Corinthians vai a campo nesta quarta-feira, pela final da Copa do Brasil

    Na Arena, Corinthians recebe Palmeiras em primeiro jogo da final da Copa do Brasil Sub-17

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes