'Privilegiado', Carille revela parte da comemoração pelo título da Libertadores

'Privilegiado', Carille revela parte da comemoração pelo título da Libertadores

Por Meu Timão

Geraldo Delamore, Carille e Fernando Lázaro, membros da comissão do Corinthians campeão

Geraldo Delamore, Carille e Fernando Lázaro, membros da comissão do Corinthians campeão

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Há cinco anos, na noite de 4 de julho de 2012, o auxiliar Fábio Carille comemorava um dos mais importantes títulos da história do Corinthians: a Copa Libertadores da América. Hoje treinador do time líder do Brasileirão, o ex-braço direito de Tite lembra com carinho da vitória por 2 a 0 sobre o Boca Juniors, que garantiu ao Timão a tão sonhada taça continental.

“Uma data especial, eu me sinto privilegiado por tudo o que está acontecendo na minha vida e, principalmente, por ter participado desse campeonato tão importante para o torcedor, que buscava tanto, uma esperança, uma expectativa muito grande há muitos anos por esse título, e eu fazendo parte dessa história, me sinto muito honrado, muito feliz”, contou Carille, em entrevista à Corinthians TV.

Leia também:
Carille pega pipa no CT, resolve empiná-la e atrapalha entrevista de Danilo; veja vídeo
De Wallace a Adriano: confira onde estão os 'campeões esquecidos' do Corinthians
Pressão da torcida, Diego Souza, Romarinho 'avoado', Tite... Cássio lembra conquista da Libertadores

“Um dia inesquecível, desde a saída aqui do CT até chegar no Pacaembu, aquela movimentação toda da torcida, aquela força, aquela energia, Pacaembu superlotado, momentos marcantes que não vou esquecer nunca mais e sou um cara privilegiado por isso”, acrescentou.

Membro da comissão técnica permanente do Corinthians entre 2009 e 2016 – quando decidiu aceitar o convite para ser técnico efetivo da equipe profissional –, Carille não ficou no banco de reservas ao lado de Tite na decisão da Libertadores. Em duelos válidos por competições internacionais, Adenor tinha a ajuda de Cleber Xavier, seu assistente também na Seleção Brasileira. Já Carille assistiu ao jogo das tribunas do Pacaembu.

“O time entrou muito concentrado, jogo difícil contra o Boca, o maior vencedor até então, e os jogadores corresponderam muito bem e a gente foi merecedor daquele título lá pela campanha e, principalmente, pela final”, frisou o técnico corinthiano, que se recorda facilmente de como comemorou o título histórico:

“Eu fui um dos primeiros a sair do Pacaembu, esgotado pela adrenalina, por tudo que envolveu o jogo. Fui para casa, um apartamento, sentei na sacada por volta de 2h30, 3h da manhã, São Paulo ainda soltando fogos. Nunca vi aquilo, fiquei sentado pensando, imaginando tudo o que aconteceu, muito grato por estar participando de tudo isso”, finalizou.

Com Carille, o Corinthians volta a campo no próximo sábado, contra a Ponte Preta, às 19h (de Brasília), na Arena. A partida é válida pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Assista à entrevista de Carille à Corinthians TV na íntegra

Veja mais em: Títulos do Corinthians e Fábio Carille.

Veja Mais:

  • Jô e Jadson voltaram a treinar no campo nesta quinta-feira

    Treino do Corinthians tem retornos, academia lotada e possível trote de despedida

    ver detalhes
  • Corinthians relembrou os dois títulos conquistados em 2017

    Nas redes sociais, Corinthians relembra dois títulos no ano e provoca antis

    ver detalhes
  • Meia cumpriria função que Carille deseja no Corinthians

    Segundo portal, Andrés negocia possível ida de Gustavo Scarpa ao Corinthians; candidato nega

    ver detalhes
  • Jadson viveu temporada de altos e baixos no Corinthians

    Negativa de Jadson a proposta da China lhe rendeu promessa de renovação no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes