Balbuena explica fase de artilheiro e minimiza reencontro com Paolo Guerrero

Balbuena explica fase de artilheiro e minimiza reencontro com Paolo Guerrero

Balbuena falou após classificação corinthiana na Sul-Americana

Balbuena falou após classificação corinthiana na Sul-Americana

Foto: Vinícius Souza/Meu Timão

Autor do gol que abriu caminho para a vitória do Corinthians sobre o Patriotas, da Colômbia, o zagueiro Balbuena vive lua de mel não só com a torcida alvinegra mas com as redes adversárias. Embora garanta seguir à risca o que já fazia na temporada passada, o “defensor artilheiro” explica como chegou à marca de cinco gols em 2017.

“A questão da bola parada é coletiva. Seja no escanteio ou numa cobrança de falta, todo mundo faz o movimento para tentar fazer o gol. Hoje (quarta-feira) eu tive a sorte de marcar o gol, no jogo seguinte pode ser o Pedrão (Pedro Henrique), o Jô... Todo mundo faz o movimento. E quem cobra também tem muito mérito de colocar a bola dentro da área, casos do Maycon, Giovanni, Jadson, Arana. É o aspecto coletivo, todo mundo faz o movimento”, declarou Balbuena, que concedeu entrevista coletiva na Arena ao lado do técnico Fábio Carille.

Leia também:
'Preocupado', Roberto de Andrade reforça intenção de ir às compras e freia possíveis saídas
Carille se diz feliz com atuação do Corinthians e minimiza erros por falta de entrosamento

Titular absoluto do Corinthians e capitão diante do Patriotas, Balbuena marcou o primeiro da noite aos 27 minutos do primeiro tempo, quando aproveitou escanteio batido por Maycon e cabeceou firme. Sincero, o camisa 4 falou até em “sorte”.

“A gente trabalha como vem trabalhando todo ano, não estou fazendo nada de diferente. Estamos acostumados. Primeiramente, é mérito coletivo, na hora das bolas paradas todos estão fazendo o movimento, estou tendo a sorte de marcar. O importante é, como sempre falo, que o time possa vencer e seguir nessa caminhada”, acrescentou o paraguaio.

Classificado às oitavas de final da Copa Sul-Americana, o Corinthians agora se volta à disputa do Campeonato Brasileiro. A equipe paulista tem duelo marcado contra o Flamengo para domingo, às 16h (de Brasília), na Arena em Itaquera, pela 17ª rodada.

Leia também:
Pedrinho define sensação de marcar primeiro gol com a camisa do Corinthians
Com gol à la Messi, Pedrinho balança as redes pela primeira vez no profissional do Corinthians

A partida, aliás, colocará frente a frente Timão e o peruano Paolo Guerrero, atacante do clube entre 2012 e 2015. Questionado a respeito do “reencontro”, Balbuena foi direto: “O Flamengo não é só o Guerrero, tem muitos jogadores de qualidade. Vamos nos preparar como a gente vem se preparando. Sabemos da qualidade do Flamengo, vamos jogar em casa, é tentar fazer um bom trabalho para conquistar os três pontos”, concluiu.

Veja mais em: Balbuena e Copa Sul-Americana.

Veja Mais:

  • Jô e Jadson voltaram a treinar no campo nesta quinta-feira

    Treino do Corinthians tem retornos, academia lotada e possível trote de despedida

    ver detalhes
  • Corinthians relembrou os dois títulos conquistados em 2017

    Nas redes sociais, Corinthians relembra dois títulos no ano e provoca antis

    ver detalhes
  • Meia cumpriria função que Carille deseja no Corinthians

    Segundo portal, Andrés negocia possível ida de Gustavo Scarpa ao Corinthians; candidato nega

    ver detalhes
  • Jadson viveu temporada de altos e baixos no Corinthians

    Negativa de Jadson a proposta da China lhe rendeu promessa de renovação no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes