Corinthians desembarca e Fagner valoriza invencibilidade, mas pede cautela por título

Corinthians desembarca e Fagner valoriza invencibilidade, mas pede cautela por título

Por Meu Timão

Fagner faz temporada sólida na defesa corinthiana

Fagner faz temporada sólida na defesa corinthiana

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Um dos nomes mais regulares da temporada do Corinthians, Fagner não nega a surpresa com o altíssimo aproveitamento da equipe no ano. Ainda invicto depois de 18 rodadas do Brasileirão, o time alvinegro consolidou a campanha como a melhor da história do primeiro turno no campeonato - são 44 pontos conquistados.

"Surpreende pela dificuldade do Campeonato Brasileiro. Sabemos que é muito difícil você sair e conquistar pontos como estamos conquistando, não perder jogos. Quando o campeonato se inicia dez ou oito equipes são colocadas na briga pelo título, então a gente sabe o que vem fazendo, mas, ao mesmo tempo, se cobra para manter o pé no chão e a humildade, para não perder o foco", afirmou durante o desembarque do Corinthians em São Paulo, nesta quinta-feira.

Leia também:
Carille destaca proposta do Atlético-MG e se diz surpreso por campanha do Corinthians
Goleiro do Atlético-MG se rende após derrota e usa quatro adjetivos para descrever Corinthians
Rodriguinho ressalta postura do Corinthians e preparação do elenco: 'União muito grande'

Mesmo com a campanha histórica e a boa vantagem de oito pontos para o segundo colocado, nada de falar em título garantido. Como tem sido com todos do elenco alvinegro, o lateral direito preferiu manter a cautela e cobrar a mesma postura da equipe até o fim do torneio.

"Se você achar que já ganhou é perigoso. Então, é preciso manter o pé no chão. Sabemos que ainda faltam 20 rodadas, muita coisa para rolar, então temos que manter o foco e seguir o nosso caminho para, no começo de dezembro, conquistar aquilo que tanto almejamos", frisou o jogador.

Com tática e técnica bem trabalhadas, o desafio alvinegro pode ser psicológico daqui para frente. Sem saber o que é perder, o elenco não acredita em time imbatível e nem se cobra pela invencibilidade, como sempre afirma Carille. A cobrança, no entanto, existe para uma boa reação em caso de derrota.

"Eu costumo falar que uma hora vai acontecer (a derrota) e a gente tem que ter essa consciência. Óbvio que quanto mais longe a gente conseguir levar melhor, sabemos que é importante, mas quando acontecer a derrota temos que ter a tranquilidade para não jogar fora tudo que fizemos até agora e retomar o quanto antes", concluiu Fagner.

Depois de bater o Atlético Mineiro por 2 a 0, fora de casa, o Timão volta a atuar na Arena Corinthians neste sábado, às 19h. Até aqui, mais de 30 mil torcedores já garantiram ingressos para acompanhar o duelo contra o Sport, válido pela última rodada do primeiro turno.

Veja mais em: Fagner e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Vice-presidente no início dos anos 2000, Citadini é candidato nas eleições de fevereiro

    Citadini condena submissão do Corinthians à CBF e promete ir à Fifa por mudança no estatuto

    ver detalhes
  • Mateus Vital fará estreia no Corinthians logo como titular

    Vital, Pedrinho & cia: Corinthians rejuvenesce para jogo desta quarta e empolga Fiel

    ver detalhes
  • Corinthians e São Paulo se reencontram neste sábado, no Pacaembu

    Torcedores do São Paulo já se preocupam com clássico contra Corinthians; veja tweets

    ver detalhes
  • Mateus Vital será titular do Corinthians e fará assim sua estreia com a camisa alvinegra

    Carille muda todo o ataque e define Corinthians para pegar Ferroviária; Vital estreia

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes