Cássio enaltece 'arma' do Corinthians e descreve defesa do 'goleiro' Léo Santos

Cássio enaltece 'arma' do Corinthians e descreve defesa do 'goleiro' Léo Santos

Por Meu Timão

Cássio falou com a imprensa após a vitória por 1 a 0 sobre a Chapecoense

Cássio falou com a imprensa após a vitória por 1 a 0 sobre a Chapecoense

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

O goleiro Cássio, capitão do Corinthians na noite dessa quarta-feira, na vitória por 1 a 0 sobre a Chapecoense, na Arena Condá, pelo Campeonato Brasileiro, não foi lá muito exigido. E isso se deve principalmente à atuação consistente da defesa alvinegra.

Curiosamente, no entanto, o setor defensivo do Corinthians foi formado praticamente todo por jogadores reservas em Chapecó. Com exceção de Fagner, o restante dos atletas atuou como substitutos dos lesionados titulares: Léo Santos, Pedro Henrique e Moisés.

Leia também:
Após 'defesa milagrosa', Léo Santos afirma não sentir pressão com camisa do Corinthians
Prata da casa supera até Jô e é eleito craque da vitória do Corinthians sobre Chapecoense

Na saída do gramado, Cássio conversou com a imprensa e falou justamente sobre a confiança nos jogadores que atuaram na defesa nesta quarta. Sem tomar gol, o Timão segue com a zaga menos vazada do Brasileirão, com apenas dez gols tomados em 21 jogos.

"Goleiro tem que confiar nos zagueiros e vice-versa. Acredito que eu também devo passar confiança para meus companheiros. Pedro (Henrique) já vem jogando há mais tempo, fez jogos ano passado, está num processo um pouco mais experiente que o Léo. Estamos muito felizes porque o Corinthians continua forte. O principal é ter um time organizado, é fundamental você ter um time organizado e estar pronto para qualquer situação", descreveu.

Um lance, especificamente, se destacou na defesa corinthiana: a defesa do "goleiro" Léo Santos. O jovem zagueiro de apenas 18 anos tirou uma bola em cima da linha de gol chutada pelo atacante adversário Túlio de Melo. Àquela altura a partida ainda estava empatada em 0 a 0. No fim das contas, em jogada construída por Romero e Clayson, Jô marcou o tento da vitória alvinegra contra a Chapecoense.

"Feliz que o Léo conseguiu fazer a cobertura. Eu tentei sair pra abafar, a bola acabou quicando, passou por cima da minha perna e o Léo estava muito bem posicionado. No contra-ataque, bola muito boa do Romero, Clayson entrou e conseguiu dar um passe. Acho que se não fosse gol seria pênalti (risos), o goleiro deu uma boa chegada no Clayson. Uma vitória muito ao para o decorrer do campeonato", analisou Cássio.

Veja mais em: Campeonato Brasileiro, Cássio, Léo Santos e Pedro Henrique.

Veja Mais:

  • Com bandeirões e muita festa, Fiel incentivou Timão no último treino aberto

    Corinthians abre à torcida último treino antes do jogo da taça

    ver detalhes
  • Kazim tatua taça do Brasileirão com provocação a rivais do Corinthians

    Kazim tatua taça do Brasileirão com provocação a rivais do Corinthians

    ver detalhes
  • Jô e Jadson voltaram a treinar no campo nesta quinta-feira

    Treino do Corinthians tem retornos, academia lotada e possível trote de despedida

    ver detalhes
  • Corinthians relembrou os dois títulos conquistados em 2017

    Nas redes sociais, Corinthians relembra dois títulos no ano e provoca antis

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes