Diretoria do Corinthians demonstra preocupação com janelas que ainda estão abertas

Diretoria do Corinthians demonstra preocupação com janelas que ainda estão abertas

Guilherme Arana foi um dos mais cobiçados

Guilherme Arana foi um dos mais cobiçados

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

O Corinthians passou ileso às grandes janelas de transferências internacionais, que fecharam na noite do último dia 31. O zagueiro Pedro Henrique, inclusive, vibrou com a permanência de seus companheiros durante a última entrevista coletiva no CT. Mas a diretoria ainda não comemora. Culpa de três das últimas janelas que seguem abertas.

No México, os reforços poderão ser adquiridos até o dia 5 (terça). Na Turquia será possível contratar até o dia 8 (sexta). E, por fim, os Emirados Árabes Unidos. Os clubes dos bilionários xeques ainda têm quase um mês para buscar jogadores no Brasil ou qualquer outro país (fechamento da janela apenas no dia 2 de outubro).

Apesar de serem três destinos com menos importância em comparação aos que já estão impedidos de contratar - Espanha, Alemanha, França, Inglaterra, Itália, Rússia, Portugal, Holanda, Grécia, Rússia e Ucrânia -, os clubes desses três lugares costumam buscar jogadores brasileiros com uma certa frequência.

"Mantemos a cautela, ainda tem algumas janelas abertas, lugares que costumam fazer bastante consulta", explicou o gerente Alessandro Nunes, em conversa com o Meu Timão.

Leia também:
Corinthianos comemoram aniversário com doação de sangue no Parque São Jorge
Alessandro, sobre trajetória: 'Era um simples coordenador e me tornei gerente'
Corinthians libera, e Cristian se aproxima de acerto com o Grêmio

Três titulares estiveram perto de sair nesta janela de transferência. O jovem Guilherme Arana, sem dúvida, foi o mais cobiçado com quatro ofertas - CSKA Moscou (RUS), Sevilla (ESP), Roma (ITA) e Bordeaux (FRA) -, uma delas na casa dos 12 milhões de euros (cerca de R$ 47 milhões). Balbuena teve oferta oficial do Genoa (ITA). Rodriguinho, por sua vez, teve outras duas propostas: Fenerbahce (TUR) e Lokomotiv (RUS).

Uendel, para o Internacional, e Léo Jabá, para o Akhmat Grozny, da Rússia, foram as únicas baixas do Corinthians na temporada. Por essas duas transferências, o clube arrecadou cerca de R$ 8 milhões. O Timão, aliás, foi um dos clubes menos prejudicado pela janela deste meio do ano até o momento.

Veja mais em: Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Zé Rafael, de 24 anos, tem contrato com o Bahia até 2020

    Corinthians reforça interesse em Zé Rafael, mas tem de esperar até 9 de dezembro; entenda

    ver detalhes
  • Carille quer contar com seu reserva imediato em 2018

    Permanência de Walter é desejo de Carille, mas técnico já tem plano B em caso de saída

    ver detalhes
  • Na Série B do Brasileirão pelo Internacional, Leandro Damião entrou na mira do Timão

    Corinthians inicia sondagem sobre centroavante do Internacional

    ver detalhes
  • Timão monitorava situação de Roger, em fim de contrato no Botafogo

    Alvo do Corinthians, centroavante Roger fecha com clube gaúcho

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes