Zagueiro do Corinthians destaca falta de concentração do elenco: 'Tem que voltar a regularidade'

Zagueiro do Corinthians destaca falta de concentração do elenco: 'Tem que voltar a regularidade'

Para o zagueiro, faltou concentração diante do Racing

Para o zagueiro, faltou concentração diante do Racing

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Muitas são as tentativas para tentar explicar a queda de rendimento de Corinthians nas últimas semanas. Não faltam teses. Para o zagueiro Pablo, a concentração não está sendo a mesma do primeiro turno do Brasileirão, quando a equipe terminou invicta, com 14 vitórias e cinco empates.

Após o empate com o Racing Club, pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana, o camisa 3 lembrou que a diferença de futebol apresentada pelo Timão nos dois tempos foi mais uma prova dessa perda de foco.

"É concentração, no futebol se você dá um deslize, você erra muito no jogo. Então, quando você está com um nível de concentração alto você erra menos. Acredito que deu uma caída no segundo tempo, até porque no primeiro ficamos o tempo todo com a bola. Envolvemos o time do Racing, tivemos oportunidades. Talvez viemos um pouco mais relaxados no segundo tempo, erramos muito", afirmou o zagueiro.

Leia também:
Fiel elege 'culpados' por empate diante do Racing; Maycon é eleito melhor em campo
Jô admite segundo tempo abaixo, mas vê Corinthians forte na briga pela classificação

Na sequência, Pablo foi questionado por um repórter sobre o motivo que leva jogadores experientes, que atuam em um grande clube, perderem a concentração durante uma partida. O defensor lembrou que essa era uma resposta difícil de ser dada.

"É difícil falar o por quê. Concentração é um detalhe a mais no futebol, quando você está bem concentrado, a chance de errar é pequena. Quando erra é porque faltou concentração. Perdemos um pouco no segundo tempo, foi visível. Primeiro tempo tivemos três chances claras e fizemos um gol. No segundo, erramos passes bobos, que foi visível. Temos de voltar a ter regularidade", lembrou.

O camisa 3 também dissertou sobre as críticas que o Corinthians vem recebendo por parte de alguns jornalistas e torcedores, principalmente diante dos maus resultados no returno do Brasileirão - três derrotas e uma vitória. Pablo acredita que essa cobrança é normal diante do primeiro turno brilhante da equipe.

"A gente joga no Corinthians, é pressão. Você fica dois, três jogos sem vencer é normal esses questionamentos. Fizemos um grande primeiro turno, ficamos 34 partidas sem perder, então, temos que nos blindar. Sabemos onde podemos chegar, fizemos por merecer tudo o que conquistamos até agora. Vamos bem no Brasileiro, temos a Copa Sul-Americana. É voltar a ter aquela concentração para manter aquela equipe que encantou o Brasil com um estilo de jogo diferente", finalizou Pablo.

Veja mais em: Pablo e Copa Sul-Americana.

Veja Mais:

  • Alessandro Nunes, Fábio Carille e Flavio Adauto estão unidos na busca por reforços para 2018

    Carille confirma conversas por contratações e vê com otimismo planejamento do Corinthians para 2018

    ver detalhes
  • O GERENTE ENLOUQUECEU

    VÍDEO: O GERENTE ENLOUQUECEU

    ver detalhes
  • Carille conversou com técnico do Avaí sobre possível reforço do Corinthians para 2018

    [Marco Bello] Carille conversou com técnico do Avaí sobre possível reforço do Corinthians para 2018

    ver detalhes
  • Kazim e Pablo marcaram presença em show de Bruno Mars no estádio do Morumbi

    Jogador do Corinthians se envolve em confusão com conselheiro são-paulino no Morumbi

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes