Balbuena fala em desgaste e rechaça preocupação no Corinthians: 'Tem que se ocupar'

Balbuena fala em desgaste e rechaça preocupação no Corinthians: 'Tem que se ocupar'

Por Meu Timão

Balbuena foi o capitão corinthiano na noite desta quarta-feira

Balbuena foi o capitão corinthiano na noite desta quarta-feira

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Depois de uma boa etapa inicial, o Corinthians voltou desligado para o segundo tempo e acabou empatando em 1 a 1 com o Racing. O resultado dá ao time argentino vantagem para o jogo de volta. Apesar da espécie de apagão alvinegro, Balbuena fez questão de pedir ao elenco que deixe a preocupação de lado e trabalhe para melhorar.

"A gente não tem que se preocupar, tem que se ocupar. Jogamos bem o primeiro tempo, segundo caiu um pouco. Não podemos tirar o mérito do Racing, tiveram mais posse de bola, acabamos correndo mais do que o esperado. A série ainda está aberta, vamos em Buenos Aires tentar tirar a classificação", disse, após a partida de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana.

Leia também:
Carille comenta oscilação de Corinthians em empate, mas assegura: 'Não tem alerta'
Arena Corinthians registra menos de 30 mil pagantes pela primeira vez em cinco meses
Cássio afasta 'pressão maior' por sequência do Corinthians e refuta falha em gol do Racing

O terceiro jogo consecutivo sem derrota não assusta justamente pelo desempenho no primeiro tempo. Para o defensor paraguaio o que mais atrapalhou o Timão foi o desgaste por estar sem a bola. Isso, pois, em grande parte da etapa final, os argentinos mantiveram a bola para si e o Corinthians teve de cercar.

"Quando o adversário tem a posse e você não consegue tirar, você acaba se desgastando. A gente não conseguiu marcar, não conseguir tirar a bola deles. A gente sabe que o jogo seria difícil, time do Racing tem muita qualidade, esperávamos um jogo assim. Como falei, a série está aberta e vamos em Buenos Aires tentar a classificação", explicou.

Com estilo de jogo mantido, os erros alvinegros visivelmente são técnicos. Finalizações e passes errados fizeram a diferença em todas as partidas que a equipe de Carille deixou de ganhar. Por conta disso, o elenco deve se ocupar de muito trabalho durante a semana.

"Acho que nossa forma de jogar a gente vem mantendo, estamos tendo volume e criando chances de gols. Trabalhando um pouco mais nos erros de passe, perdia muito a bola, dava a posse pro adversário. Isso que dificulta um pouco. Somos conscientes de que precisamos melhorar", concluiu.

Veja mais em: Balbuena e Copa Sul-Americana.

Veja Mais:

  • Com bandeirões e muita festa, Fiel incentivou Timão no último treino aberto

    Corinthians abre à torcida último treino antes do jogo da taça

    ver detalhes
  • Kazim tatua taça do Brasileirão com provocação a rivais do Corinthians

    Kazim tatua taça do Brasileirão com provocação a rivais do Corinthians

    ver detalhes
  • Jô e Jadson voltaram a treinar no campo nesta quinta-feira

    Treino do Corinthians tem retornos, academia lotada e possível trote de despedida

    ver detalhes
  • Corinthians relembrou os dois títulos conquistados em 2017

    Nas redes sociais, Corinthians relembra dois títulos no ano e provoca antis

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes